11 Agosto 2010 - 17:07

Ato 'Fora Collor' é abafado por caminhada de apoio ao candidato

Beto Macário - Cada Minuto
Cartazes

O ato “Fora Collor” programado para acontecer na manhã desta quarta-feira (11) na capital alagoana, parece ter atraído apenas a juventude de diversas agremiações partidárias, não representando no todo a vontade da população que não esboçou nas ações a aprovação ao ato encabeçado pelo Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral – MCCE.

Os cartazes se misturavam entre “Xô Collor” e “Fora Téo”, sendo estes últimos em pequena quantidade para que não fosse desvirtuada a ideia principal do movimento. A imprensa nacional que estava aposta para cobrir o movimento teve sua atenção desviada para outra passeata que apareceu do nada, abafando praticamente os gritos de ordem “Collor Nunca Mais e Xô Collor”.

O candidato ao governo, Fernando Collor de Melo (PTB), concedia entrevista ao radialista e candidato a deputado estadual, França Moura, em seu programa que é exibido através de seu site na web, e lamentou que atos em confronto a democracia ainda tentem barrar a vontade do povo, dizendo que era uma pena o ato “Fora Collor” já nascer morto.

Risco de Conflito

Em determinado momento dois militantes do ato pró-Collor, resolveram circular com faixas de apoio ao candidato entre os manifestantes do movimento contrário. Neste momento o clima esquentou sendo necessário que a polícia militar interviesse para tirar os jovens do ato contrário e recolhesse as faixas que estavam com eles. As provocações foram constantes dos dois lados e mesmo sem agressões físicas ou verbais o clima continuou tenso por algumas horas.

O pelotão da Rádio Patrulha (RP) foi acionado e se manteve firme no local dos atos para evitar qualquer tipo de confronto entre os manifestantes. Em determinado momento os homens da RP recolheram as faixas e dispersaram a multidão que se aglomerava nas proximidades do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), contrariando inclusive a Lei Eleitoral, que não permite manifestações a favor de nenhum candidato a menos de 200 metros de uma instituição pública.

 

por Rafael Medeiros

Comentários comentar agora ❯

  • JERFESON DA COCEIÇÃO FORA COLLOR ESSE CIDADÃO, SE QUE PDEMOS CHAMAR ESSA COISA DE DA CIDADÃO QUE HUMILHA O POVO, QUEM QUIZER SABER QUEM É COLLOR É SÓ LÊ O LIVRO DE PEDRO COLLOR DE MELO , HISTORIA DE UM FARSANTE QUE TODOS VÃO SABER QUEM É ELE , DIGA NÃO A COLLOR PRA GOVERNADOR
  • Deda Sinceramente... tô até achando que o governador Teotônio está armando esses atos. Ele lidera a rejeição, tem feito de tudo mas não tem subido nas pesquisas e vou ser sincero, se Lessa for impugnado pelo TSE no outro dia mudo meu voto para o Collor. Dos males o menor!
  • Justo Dá dó dos alagoanos que precisam de movimentos como estes para mostrar que esse canalha quer destruir o Estado que já está na UTI.
  • ELEITOR VOTO EM RONALDO MAIS SE ELE NÃO PUDER SER CANDIDATO MEU VOTO É DO COLLOR PQ ESSE Q TA AI NÃO FEZ NADA POR PENEDO NEM A DELEGACIA ELE REFORMOU
  • cidadao igrejanovense DE CERTO QUE O ATUAL CANDIDATO "COLLOR" ESTEVE SUPOSTAMENTE ENVOLVIDO EM ESCANDALOS,ISTO É O QUE JUSTIFICAM OS GRANDOES DAQUELA ÉPOCA,CERTO! MAS E HOJE? ONDE FICAM OS TATURANAS,OS GABIRUS,OS CUECAS DE OURO,OS SANGUISSUNGAS,ETC SERÁ Q A POPULAÇAO JA ESQUECEU? OU MELHOR ALGUM DELES PERDERAM OS SEUS MANDATO$......ESTOU COM VC COLLOR VITÓRIA
  • Pensador Votar em Collor é um retrocesso que vai além da fronteira política, é moral e humana também. Por mais que seja uma democracia, começo a perceber que o problema não é o Collor, mas o perfil das pessoas que se identificam com ele, e isso sim é que me preocupa. Os eleitores de Collor, são de uma limitação intelectual assombrosa, igualmente, a noção moral de valores humanos, votam por justificativas tão vazias quanto superficiais e se esquecem da responsabilidade que o voto tem. Aos tolos bananas
  • josé mariano esplenio ferraz È uma vergonha depois de inumeros escandalos,Alagoas está na mídia nacional por causa de energumene que responde pelo nome de Collor!!!!!! È realmente alagoanos,a ignorancia impera não só nas classes menos favorecidas,como também nas mentes despreparadas que ficam a mercê de políticos locais medíocres que conserva o voto de cabresto.Basta de sermos rotulados de "burros",devido aos desmandos desenfreados desse Collorido irresponsável.Chegaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!
  • Emanuelle Collor?!? me poupe, no meu ver nem elle, nem lessa, são dois canalhas , o teo ta na corda bamba. O MCCO - movimento de combate a corripção eleitoral não tem conotação eleitoreira de partido nenhum. A partir do projeto de lei " ficha Limpa" e que o povo consciente reuniu-se e formou o movimento. E outra caro colega valer-se de movimentos , leia-se ir a ruas e mostrar idginação, não tem nada de ruim, e alis é justamente pela falta dele que nossas politicas não vão pra frente. Chega de migalhas!
  • Kleiton Lopes Sinceramente, Fernando Collor, como senador está ajudando muito o meu Municipio de Coqueiro Seco, hoje só temos uma estrada pavimentada via litoral em direção a capital do Estado graças a ele, nossa igreja matriz só está sendo restaurada graças a ele. E se como senador ele ja fez muito, como governador desse estado vai fazer mais ainda.Por isso,eu e meus conterraneos Coqueirenses estamos com Collor, ja é 14 na minha cidade com a administração do prefeito Tadeu Fragoso e vai ser 14 no Estado.
  • evanio santos costa parabens todos que fizeram presente a esse movimento.forraaaa collor mesmo.
  • pensador Votar certo... Como? Olá, pensadores! Sinceramente, acho de uma criatividade sem tamanho as campanhas do Tribunal Superior Eleitoral nesse período que antecede os pleitos, sobretudo, os nacionais. Numa das chamadas, o eleitor é posto como patrão e espanca, verbalmente, o candidato, numa sabatina mais rigorosa que a escolha papal.Na chamada educativa citada, a intenção – creio eu – seria convencer o eleitor que, com o voto, ele bota no poder quem ele quiser. De fato, a teoria pura da democracia deveria mesmo ser assim. Mas, na prática, a coisa funciona diferente.Tomemos Alagoas como exemplo dessa disfunção democrática. Eu até quero votar certo para o Senado, por exemplo, mas há como? Ou melhor, em quem votar, desses que aí estão, para que meu voto seja correto? Nas velhas raposas que manipulam pilastras da ética e ganham as eleições sem precisar de voto? Ou nos discursos verborrágicos, contagiantes, mas inertes, incapazes de se transformarem em água, pão, remédio, segurança e teto para os sedentos, famintos, doentes, vulneráveis e desabrigados?E para câmara federal? Quem são os nomes que, apesar de livres de escândalos, tem demonstrado realmente o que foram fazer em nome de Alagoas e de seu povo? Quem puder, me diga quando Alagoas teve alguma bancada verdadeiramente representativa na Câmara Federal. Afinal, Alagoas e seu povo existem para Brasília?Na Assembléia Legislativa, vamos deixar os mesmos ou vamos colocar novos taturanas? Aliás, tirando os taturanas, os fichas-suja e os omissos, quantos sobram como opção de voto? Votar certo... Tudo bem... Mas, como?Quando algum nome novo surge, parecendo querer romper com a lógica posta, o sistema – de engrenagens totalmente humanas e de combustível torpe, comprável – bruto, voraz e impiedoso, o massacra, de modo que não lhe sobram nem sílabas, nem letra, nem rabisco, nem ponto. E o massacrado, relegando o pouco da dignidade pessoal que parecia ter, baixa a cabeça e se assenta aos pés de seus algozes.Os de boa vontade que não são, de pronto, destruídos, constituem a massa dos inexpressivos políticos que, a despeito de não se mancharem por ação nas, lambuzam-se por omissão, porque sabem que nada podem fazer contra a roda-viva. Essa semana, me chegou um cabo eleitoral e tentou persuadir-me a votar em seu candidato. Seu maior argumento era “o nome dele não foi envolvido em nenhum desses escândalos”. E só.O mais engraçado é que agora, em cada carro plotado, em cada outdoor, em cada cartaz, tem um grande amigo meu ou alguém digno da minha mais profunda confiança: “Fulano de tal, esse é seu amigo” ou então “Cicrano de tal, nesse Alagoas confia”. Faces desavergonhadas que, só de quatro em quatro anos, se apresentam, com sorrisos falsos, amarelados e enganadores – porque photoshop apaga rugas, clareia os dentes e implanta cabelo, mas não corrige caráter, nem maquila mandatos débeis.Pior é assistir, em todos os telejornais, a agenda diária dos principais candidatos e suas frases do dia: “iremos reduzir os impostos”, “vamos aumentar o salário mínimo”, “seremos uma potência olímpica”... Discursos logicamente perfeitos, respostas coerentes, mas tão irreais quanto os contos de fada que ouvimos, quando crianças. Tão óbvios, que nos causam irritação. Tão mentirosos, que se tornam impraticáveis. Tão incômodos, que é melhor esquecê-los.Gostaria muito de estar aqui, tratando de propostas novas, de inovadores projetos, de prósperos rumos e animadores ares. Gostaria de estar tratando de política com o entusiasmo que esse tema merece. Mas as convenções partidárias e seus arrumadinhos e o início da atual campanha política já me encheram de asco. E quem quiser que diga que sou revoltado, ingênuo e que política só se faz assim.De tudo, a única coisa que me sobrou foi a certeza de que, no próximo 3 de outubro, ainda que eu queira, não terei como votar certo. Não terei como dar uma de patrão, como ensina o marqueteiro do TSE. No máximo, vou em busca da minha quitação eleitoral já que, para a minha tristeza e felicidade dos manipuladores políticos, votar ainda é uma obrigação.
  • zé das cabras CUIDADO PESSOAL, ESSA SEMANA ELE ESTAR EM PENEDO, NÃO SAIA DE CASA QUE VOCÊ CIDADÃO DE BEM, PODE FICAR SEM SUA CARTEIRA. SOU MAIS O FERNANDINHO BEIRA-MAR.
  • observador DEDA VOCÊ PRÁ BURRO SÓ FALTA AS PENAS.
  • Tiago Henrique pelo jeito os alagoanos como de fato sou, acho eu que a maioria deveria comer capim no almoço janta e café da manha ... não é possivel alguém ainda rirão votar nessa criatura ... não acredito. Que o Lessa tem suas falhas entendo que o Teo tbm entendo ... agora vai la ... ja basta o lula agora collor ... vamos parar de comer capim ... esolham Lessa ou Teo, que dos piores ainda são os melhores ...
  • daniela Concordo com uma pessoa que falou ai.os taturanas estão soltos,os cuecas também,e tudo oque não presta tão tudo soltos e ainda tão reclamando do collor!isso é palhaçada,não adianta querendo ou não ele vai ganhar e mereçe uma chance sim como qualquer um que errou.pronto.
  • Corintiano O Alagoano vai mostrar que é INTELIGENTE e saberá escolher o melhor para o Estado.