10 Agosto 2010 - 16:30

José Serra participou de sabatina com empreendedores

Assessoria

Nesta segunda-feira (09), José Serra participou da sabatina organizada pela Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB). A entidade é formada por 27 Federações que representam os estados brasileiros e cerca de 2 milhões de empresários de todo o país.

Durante uma hora, Serra respondeu as perguntas dos jornalistas Heródoto Barbeiro, Roberto Macedo e Jose Nêumane Pinto, que abordaram os seguintes temas: problemas da máquina governamental, sistema político-eleitoral, "loteamento" da administração pública, política externa e carga tributária.

Sobre a carga tributária, foi enfático: "A carga tributária no Brasil é excessiva e a maior de todo o mundo. Tenho aqui uma diferença grande com a Dilma Roussef, que declarou que a carga tributária no Brasil não é tão alta, e fez a comparação com Noruega, Suécia e outros países".

De fato, em entrevista à TV Brasil, Dilma declarou que a carga no Brasil "é média", não alta. Mas em um ponto ela concorda com o candidato da oposição - disse, na ocasião, que "o problema é essa relação custo/benefício. Lá [na Europa] se gasta melhor o que se arrecada". Serra tem dito isso insistentemente: a qualidade do gasto público precisa ser melhor. O governo federal gasta muito com a própria máquina, com pagamento de juros da dívida pública, e investe pouquíssimo.

Em seguida, Serra respondeu as perguntas feitas por participantes da platéia que versaram sobre burocracia, reinserção no mercado de trabalho de pessoas acima de 40 anos e aumento salarial para o funcionalismo público. Especificamente sobre o mercado de trabalho, disse: "Vou investir na expansão do ensino técnico para as pessoas que já estão empregadas, para que possam ter oportunidade de evoluir e melhorar o salário; para os desempregados e para os jovens do ensino médio."

Ao final da Sabatina, durante a coletiva, Serra foi questionado sobre o Bolsa Família e afirmou: "Vou manter e reforçar o Bolsa Família e darei uma ajuda financeira para os filhos que tenham interesse em uma qualificação profissional."

Convidada para a Sabatina, a candidata do governo, Dilma Rousseff (PT – PMDB – PC do B – PDT – PRB – PR – PSB – PSC – PTC - PTN ), cancelou na sexta-feira sua participação. Os candidatos Marina Silva (PV) e Plinio de Arruda Sampaio (PSOL) compareceram.
 

por Ascom/Coligação o Brasil pode mais

Comentários comentar agora ❯