08 Fevereiro 2019 - 11:52

ANA reitera alerta de Inácio sobre risco de rejeitos da Barragem chegar ao Velho Chico

Divulgação
Inácio Loiola espera que os técnicos consigam conter o avanço dos rejeitos

O alerta sobre a possível chegada ao rio São Francisco da lama de rejeitos de Barragem I do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG) feito pelo deputado estadual Inácio Loiola, líder do PDT na Assembleia Legislativa do Estado de Alagoas, nesta quinta-feira na imprensa e mídias sociais, foi reiterado pela Agência Nacional de Água (ANA).

Descartado anteriormente, inclusive pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, o risco de danos ao rio São Francisco é iminente devido à ocorrência de chuvas nas últimas horas na região mineira. Conforme análises constantes realizadas pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM), foram intensificadas alterações do parâmetro turbidez da água a 200 km da Usina Hidrelétrica de Três Marias.

O deputado estadual se diz preocupado com a propagação dos rejeitos provenientes do rompimento da barragem da mineradora Vale. Se os rejeitos alcançarem a Usina de Hidrelétrica de Três Marias, infelizmente, aumentam as chances de desaguar no rio São Francisco.
Inácio Loiola espera que os técnicos consigam conter o avanço para evitar a lama desaguar no rio São Francisco.

O rio ao longo do tempo já vem perdendo força com projetos desenfreados de irrigação e, agora, ainda mais com o desvio de água para os canais da Transposição.
“Nós que defendemos sempre o Velho Chico, em particular os moradores do Baixo São Francisco que estão sofrendo com a baixa vazão do rio, vamos articular as autoridades competentes dos governos federal e estadual para não sofrermos o impacto ambiental dessa catástrofe ocorrida em Minas Gerais”, disse o parlamentar. 

por Assessoria

Comentários comentar agora ❯