05 Novembro 2009 - 11:04

Francisco Tenório pede criação imediata de Piso para polícias

Assessoria

O deputado Francisco Tenório (PMN/AL), informou nesta quarta-feira, 4, que, após reunião da Comissão Especial da PEC 300, que contou com a apresentação do relatório por parte do relator, deputado Major Fábio (DEM/PB), “houve pedido de vista do processo por parte de todos os deputados intergantes da comissão, num gesto claro de que alguns pontos ainda devem ser melhor discutidos antes de serem aprovados”. Segundo o deputado, uma nova reunião foi marcada para o próximo dia 17 de novembro. A PEC 300 transforma o salário dos policiais militares e bombeiros do Distrito Federal em piso das duas categorias nos demais estados, sendo extensivo aos inativos.

“Minha proposta é termos um texto de consenso, a ser eleborado pelo conjunto de deputados integrantes da Comissão Especial destinada a proferir parecer à PEC 300/2008, de autoria do deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB/SP)”, assinalou Franscisco Tenório.

Durante a tarde, o deputado Francisco Tenório foi entrevistado pelo programa Palavra Aberta, da TV Câmara, sobre esse mesmo assunto. Na oportunidade, ele voltou a afirmar a necesseidade de que seja aprovado, imediatamente, esse Piso Salarial Nacional para as Polícias. Conforme suas palavras, “é inconcebível termos policiais recebendo um salário em torno de R$ 1 mil, como é o caso do Estado do Rio de Janeiro, e tendo que se expor ao perigo e colocar a própria vida em risco na defesa da sociedade”.

A criação de um Piso Salarial Nacional para as polícias civil e militar, de acordo com o entendimento do deputado Francisco Tenório, é uma forma de valorizar o trabalho de quem, diariamente, coloca a vida em risco na defesa dos interesses dos cidadãos, bem como garantir uma remuneração justa para esse trabalho. Tenório é membro da CPI da Violência Urbana e um dos mais ativos parlamentares na Comissão Especial.
 

por Assessoria

Comentários comentar agora ❯