19 Novembro 2020 - 16:25

Vereador eleito no interior de Alagoas é preso acusado de integrar grupo de extermínio

Assessoria
Polícia Civil prende suspeitos de integrar grupo de extermínio em Viçosa

Durante uma operação deflagrada na manhã desta quinta-feira, 19 de novembro, um homem eleito como vereador em Viçosa, no último domingo, 15, foi preso acusado de integrar um grupo de extermínio acusado de diversos homicídios e outros crimes praticados na região da Zona da Mata alagoana.

A ação foi realizada pela equipe da Delegacia Regional de Viçosa, comandada pelo delegado Guilherme Sillero e deu cumprimento aos mandados de prisão, expedidos pela magistrada Juliana Batistela, da comarca do município.

De acordo com as informações do chefe de operações da 9ª DRP, Joubert Ataíde, já foram computados seis homicídios praticados pelo grupo. Além do vereador eleito, mais dois homens foram presos. Os suspeitos têm 49, 30 e 22 anos.

“Os suspeitos de 49, 30 e 22 anos agiam matando pessoas com promessas de recompensa e vantagens como votos e apoio político, intimidando e ameaçando testemunhas e familiares das vítimas, bem como eliminando provas dos crimes”, declarou o agente Joubert Ataíde.

O trabalho continua, pois os agentes ainda investigam a atuação dos presos em mais quatros assassinatos ocorridos em Viçosa.
 

por Redação

Comentários comentar agora ❯