07 Novembro 2018 - 10:07

Operação integrada de combate a pedofilia é deflagrada no interior de Alagoas

PC-AL
Policiais cumprem mandados de prisão e de busca e apreensão em Arapiraca e Craíbas

Uma operação integrada de combate a pedofilia foi deflagrada nas primeiras horas desta quarta-feira, 07 de novembro, no Agreste alagoano, com o objetivo de cumprir 10 mandados de prisão e 10 de buscas e apreensão. Cerca de 50 policiais participaram da ação nos municípios de Arapiraca e Craíbas.

De acordo com as informações policiais, até o momento seis pessoas foram presas. Entre os presos está um empresário de 60 anos do ramo da construção civil, acusado de abusar sexualmente de uma criança de apenas 10 anos. O elemento prestou depoimento e alegou ser inocente.

Segundo o delegado Igor Diego, que coordena os trabalhos da operação denominada “Diga Não à Pedofilia”, a maioria dos acusados mantinham relação "conjugal" com as vítimas, que têm entre sete e 13 anos. Uma dessas crianças chegou a engravidar e deu à luz um filho de um dos acusados.

Um dos abusos que mais causou revolta nos policiais que participaram da operação foi o de uma menina de apenas 07 anos, abusada sexualmente pelo próprio pai. As identidades dos presos ainda não foram reveladas pela polícia. Os alvos da operação foram conduzidos à Delegacia Regional de Arapiraca, local onde os procedimentos cabíveis estão sendo adotados.

Os presos devem responder por estupro de vulnerável.
 

por Redação

Comentários comentar agora ❯