06 Fevereiro 2018 - 10:51

Após prisão, homens confessam envolvimento na morte de motorista de aplicativo

TV Gazeta
Suspeitos foram presos nesta terça-feira (6)

Dois suspeitos de terem participado do assassinato de José Walmir da Silva Calado, motorista cadastrado em um aplicativo de transporte particular de passageiros, foram presos nesta terça-feira (6).

Segundo as informações divulgadas sobre a ação, resultado de uma investida do Grupo Investigativo da Delegacia Geral da Polícia Civil de Alagoas, uma terceira pessoa foi detida, mas será ouvida e liberada.

De acordo com a PC, os suspeitos confessaram que são envolvidos com tráfico de drogas e que são especialistas em roubar carros para cloná-los e vendê-los no Estado de Goiás. Para a polícia, eles relataram que ao ficarem sabendo da repercussão que o caso teve, acabaram atirando contra José Walmir para matá-lo e o abandonaram em um matagal em Marechal Deodoro.

Com os suspeitos a polícia apreendeu seis celulares, inclusive o celular da vítima, R$ 900 e uma arma de fogo. Os presos foram levados para a Delegacia Geral, localizada no bairro de Jacarecica, em Maceió, onde serão ouvidos pela autoridade policial.

O CASO

O motorista José Walmir da Silva Calado desapareceu no dia 28 de janeiro após ser abordado por quatro elementos no bairro Cidade Universitária. Dois dias depois ele foi encontrado em um canavial em Marechal Deodoro com ferimentos a bala na cabeça e no braço. Ele foi encaminhado para o HGE em estado grave, mas morreu.
 

por Redação

Comentários comentar agora ❯