30 Dezembro 2017 - 09:45

Maternidade da Santa Casa de Penedo fecha as portas e gestantes ficam desassistidas nos dias 30 e 31 de dezembro

arquivo - aquiacontece.com.br
A diretoria da Santa Casa de Misericórdia de Penedo, até tentou evitar fatídica situação

Uma situação lamentável e vergonhosa, mas infelizmente real está sendo vivida pelas gestantes penedenses que esperam trazer ao mundo seus filhos no apagar das luzes de 2017 e serão obrigadas a deixar a cidade para gerar os ‘pequenos penedenses’ em outros centros urbanos. O fato se dá pela ausência de obstetras nos dias 30 e 31 de dezembro.

Em nota da Santa Casa de Misericórdia de Penedo, a diretoria informa a 6ª microrregião de saúde, composta pelos municípios de Penedo, Porto Real do Colégio, São Brás, Piaçabuçu, Igreja Nova, Feliz Deserto, Coruripe e Jequiá da Praia, que todas as gestantes que têm previsão para parir nos dias informados, que se dirijam a outra rede hospitalar para que possam receber atendimento.

A diretoria da Santa Casa de Misericórdia de Penedo, até tentou evitar fatídica situação, no entanto, podemos reconhecer que a presença dos profissionais da obstetrícia, independe da vontade da diretoria do hospital. A notícia ecoada na manhã deste sábado, 30, trouxe inquietação para algumas gestantes que se viram obrigadas a promover uma inesperada e onerosa mudança de planos. 

por Rafael Medeiros

Comentários comentar agora ❯

  • FERNANDO INFELIZMENTE OS MÉDICOS SÓ PENSAM EM DINHEIRO. NÃO SEI SE EXISTE ALGUMA LEI EM QUE OBRIGUE A TODAS MATERNIDADES A MANTER UMA ESCALA MINIMA DE OBSTETRAS BEM COMO TODA EQUIPE MÉDICA APTA A REALIZAR O PARTO. VERGONHOSO MESMO. ONDE ESTAR AS AUTORIDADES DO MUNICÍPIO? JÁ SEI, TAMBÉM VIAJARAM PARA O RJ.

Whoops, looks like something went wrong.