27 Março 2017 - 11:01

Comissão registra casos de trabalho escravo contemporâneo em Penedo

Arquivo - CPT
Estudo revelou que mais de 700 trabalhadores foram resgatados em AL

Um levantamento realizado pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), com base em dados do Ministério do Trabalho e Emprego (TEM), revelou que mais de 700 trabalhadores foram resgatados vivendo em condições análogas a de escravo contemporâneo em Alagoas.

Segundo os órgãos de fiscalização, além de Colônia Leopoldina, Flexeiras, Rio Largo, Roteiro e União dos Palmares, foram registrados casos na cidade de Penedo. O grande número de resgates fez com que o Estado se tornasse o 10º maior exportador de mão de obra escrava do Brasil.

De acordo com dados da Coordenação Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo do Ministério Público do Trabalho, os locais que recebem mais trabalhadores naturais de AL, são Pernambuco, Maranhão, Bahia, Pará, Minas Gerais e Mato Grosso.

Em comum, eles contam com grandes latifúndios e áreas de mata distantes dos centros urbanos, o que possibilita que a exploração aconteça sem que as autoridades percebam.

Para o procurador Rodrigo Alencar, responsável pelo Núcleo de Combate ao Trabalho Escravo do MPT em Alagoas, os flagrantes expõem uma realidade cruel, na qual os trabalhadores são expostos a situações extremas. "Os flagrantes revelam trabalhadores alojados em barracas de lona, sem água potável, sem a menor condição de trabalho.

Geralmente é clandestino, não há um contrato de trabalho formalizado. As vítimas têm a negação total dos direitos trabalhistas. Não há qualquer amparo. A alimentação é da pior qualidade. Às vezes, eles bebem água no mesmo local que os animais", observa o procurador.

A prática, que é vedada pelo Código Penal, pode implicar em punições que vão de dois a oito anos, além do pagamento de multas e do acréscimo de pena por eventuais atos violentos. Para romper com o ciclo de escravidão, a população pode denunciar os abusos por meio do Disque 100 ou por meios eletrônicos.
Para denunciar

Onde denunciar?

Disque 100
Ministério do Trabalho e Emprego: http://trabalho.gov.br/
Ministério Público do Trabalho: http://www.mpt.gov.br/
Sindicatos
Comissão Pastoral da Terra: https://www.cptnacional.org.br/

por Redação

Comentários comentar agora ❯