19 Junho 2019 - 15:44

Após quase um mês longe de casa, mulher que estava desaparecida é encontrada no Centro de Penedo

Reprodução
Visivelmente desorientada, a mulher foi levada para sua residência no bairro Santo Antônio

A penedense Evalda Muniz, que desde o dia 21 de maio estava desaparecida, foi encontrada no início da tarde desta quarta-feira, 19, perambulando pelo Centro de Penedo. Visivelmente desorientada, a mulher foi levada para sua residência no bairro Santo Antônio, conhecido historicamente como Barro Vermelho.

Em contato com nossa redação, Jeyze Muniz confirmou que sua mãe já estava em casa, mas que não estava bem. Segundo a jovem, Evalda chegou totalmente desorientada, falando coisa com coisa e, inclusive, estava destruindo os móveis da casa.

“Ela não está bem, precisamos de ajuda. Desde a hora que chegou em casa que ela está assim, jogando os móveis na rua e até um pouco agressiva. Já ligamos para o SAMU e estamos esperando para que ela seja novamente encaminhada à UPA para ser medicada e possa ficar mais tranquila”, explicou Jeyze.

A filha de Evalda acredita que o estado em que sua mãe se encontra se deve, principalmente, ao fato dela estar há quase um mês sem medicação, uma vez que a mesma é portadora de distúrbios mentais e também sofre de síndrome de Diógenes, que é um problema psicológico caracterizado pela necessidade de acumulação compulsiva.

Agora, os familiares de Evalda torcem para que ela possa ter seu estado de saúde controlado para não passar mais por situações perigosas como esta, que foi ficar perambulando pelas ruas sem destino por quase 30 dias, deixando seus familiares e amigos aflitos sem notícias sobre seu paradeiro.
 

por Redação

Comentários comentar agora ❯