19 Fevereiro 2021 - 16:27

Áudio: Ronaldo Lopes faz balanço dos seus 50 primeiros dias à frente da prefeitura de Penedo

Fellype Barreto - aquiacontece.com.br
Ronaldo Lopes foi o entrevistado desta sexta, 19, do Programa Realidade

O prefeito de Penedo, Ronaldo Pereira Lopes (MDB), foi o entrevistado desta sexta-feira, 19 de fevereiro, do Programa Realidade, apresentado pelo radialista João Lucas na emissora líder em audiência na região do Baixo São Francisco, a Penedo FM (97,3 Mhz e www.penedofm.com.br).

Na oportunidade, o prefeito fez um balanço dos seus primeiros 50 dias de governo, destacando as ações e projetos que estão em execução na cidade com o objetivo primordial de melhorar a vida dos ribeirinhos, principalmente dos mais necessitados.

Coleta de lixo e metralha

Logo no início da entrevista com o radialista, que também é vice-prefeito, Ronaldo Lopes respondeu alguns questionamentos feitos por ouvintes do programa, esclarecendo dúvidas e apontando soluções. Um desses questionamentos foi quanto a pontos de lixo que são criados pela própria população, problema antigo em Penedo.

“Realmente é um problema antigo, mas que nós vamos resolver definitivamente. Nós temos menos de dois meses à frente da gestão, mas já dá para notar a diferença na questão da limpeza da cidade. Está bom? Ainda não! Até porque dois meses não daria tempo para isso”, declarou Lopes.

O prefeito explicou que trouxe para Penedo uma empresa especializada em coleta de lixo para fazer uma consultoria e descobrir a quantidade de lixo produzida pela cidade, entre outras coisas.

“Isso mostrou que nós precisávamos de mais um coletor e nós, de imediato, adquirimos mais um veículo desse, que já está funcionando. Agora, nada disso vai funcionar se não tivermos o apoio da população da cidade. É preciso ter uma conscientização das pessoas de que elas precisam colaborar”, complementou.

Ainda sobre esse assunto, o prefeito explicou que existe um plano para recolhimento de metralha, que é diferente do recolhimento do lixo domiciliar. Esse projeto, quando estiver em prática, deverá funcionar com um local específico dentro de cada bairro, para que restos de construção e objetos, entre outras coisas, não sejam jogados em qualquer lugar.

Medicamentos

Outro questionamento dos ouvintes foi quanto a suposta falta de medicamentos de uso contínuo na Farmácia Central, como diazepam e clonazepam, por exemplo. O prefeito explicou que já esteve pessoalmente no Conisul, consórcio pelo qual esses medicamentos são comprados, para tratar desse assunto.

“Acontece que esses medicamentos são comprados de quatro em quatro meses e com essa mudança de gestão, não só em Penedo, como também em outros municípios, faltou esse espaço e o Conisul não comprou. Então nós tivemos que fazer uma compra emergencial, mas isso demora muito mais porque como é um município isolado que está comprando, o processo é diferente do estabelecido pelo consórcio. Acreditamos que até o início de março isso estará resolvido”, afirmou.

Iluminação em LED

O prefeito falou também durante a entrevista que marca seus 50 dias à frente da Prefeitura de Penedo sobre o projeto de iluminação em LED que esta deixando a cidade ribeirinha ainda mais bonita e iluminada na parte da noite. Ronaldo explicou que a meta da prefeitura é substituir todas as lâmpadas do município.

Além da melhoria significativa na iluminação propriamente dita, as lâmpadas de LED, segundo o gestor municipal, também vão possibilitar que ocorra economia na conta de energia e também na manutenção, já que a durabilidade delas é bem maior que das lâmpadas tradicionais.

“Com a economia que vamos fazer vamos adquirindo mais lâmpadas até que toda a cidade e também os povoados sejam contemplados”, acrescentou Lopes, enfatizando a parceria firmada nessa primeira etapa com a Equatorial, que fez a doação de mais de 1200 lâmpadas ao município ribeirinho.

Concurso público

Um dos maiores questionamentos não só nos programas de rádio, mas também nas redes sociais e nas ruas é a respeito do concurso público. O prefeito reafirmou que o certame não foi cancelado e sim adiado pela Copeve, que é a organizadora, por conta da pandemia do novo coronavírus.

“O concurso não foi cancelado e deve ser realizado no segundo semestre. Adianto aqui que teremos que fazer umas alterações no edital para adequá-lo a novas leis, como algumas ligadas à área da Educação. Quem não quiser aguardar, poderá solicitar a devolução do dinheiro da inscrição. Ninguém vai ficar no prejuízo”, revelou.

É importante destacar que, assim como bem frisou o prefeito, quem optar pela devolução do dinheiro talvez não consiga mais participar do certame já que a ideia inicial é manter quem já está inscrito. “Não está decidido ainda se serão abertas novas inscrições. Então quem desistir pode não conseguir participar”.

Repasse a Santa Casa em dias

Quando questionado sobre o boato de que a Prefeitura de Penedo não estava repassando recursos para a Santa Casa de Misericórdia da cidade, o prefeito Ronaldo Lopes afirmou que isso não é verdade, que a parte que cabe a Secretaria Municipal de Saúde vem sendo cumprida rigorosamente dentro do prazo legal.

“Quem falou que a prefeitura tem alguma coisa atrasada com a Santa Casa faltou com a verdade, porque não existe nada disso. Eu tenho uma consideração muito grande por essa instituição e tudo que eu puder fazer por ela, vou fazer. A Santa Casa terá sempre o nosso apoio em tudo que puder ser feito”, reafirmou.

Lopes declarou ainda que assim que surgiu esse tipo de comentário procurou a Santa Casa para se inteirar da situação e foi informado que o débito existente era de uma repasse do Governo do estado.

“Hoje mesmo eu conversei com o secretário de Saúde do estado, Alexandre Ayres, sobre essa situação. O secretário ficou de verificar essa informação e que se for o caso vai resolver, vou ficar cobrando isso dele. Mas é uma questão do Governo do estado não da prefeitura”, esclareceu.

Ponte Penedo/Neópolis

A ponte Penedo/Neópolis, que é um antigo anseio de toda a região, principalmente dos moradores dos municípios que serão diretamente beneficiados com a ligação de Alagoas a Sergipe, também foi tema da entrevista, isso porque a obra já conta com projeto executivo concluído, pronto para ser licitado.

“Assim que passou a eleição, estivemos em audiência com o governador Renan Filho para solicitar algumas coisas para Penedo e ele mesmo disse: Ronaldo, e a ponte? Então nós voltamos a discutir o assunto já que existe um projeto executivo pronto para ser licitado, projeto esse que foi elaborado com recursos do senador Renan Calheiros e do deputado federal, à época, Renan Filho, através da Codevasf”, salientou.

Ronaldo declarou que sempre se pensou em fazer essa obra através do Governo Federal, mas como isso nunca avançou, o governador anunciou em suas próprias redes sociais que faria a ponte de Penedo/Neópolis com recursos próprios.

“Depois disso, atendendo a um pedido do ex-presidente Collor, o presidente Bolsonaro anunciou durante a inauguração da ponte que liga Porto Real do Colégio a Propriá que o Governo Federal vai construir a ponte Penedo/Neópolis. O governador Renan Filho em contato conosco disse que o importante é que a obra seja feita e, por seu porte, é mais viável que seja mesmo através do Governo Federal, mas que se isso não acontecer, o Governo de Alagoas tem recurso para tirar esse sonho do papel e torna-lo realidade”, declarou.

O prefeito afirmou ainda que na próxima semana cumprirá agenda de trabalho em Brasília para garimpar recursos para obras em Penedo e que, na pauta, vai levar o assunto da ponte para discutir com o senador Fernando Collor e com o próprio Governo Federal para que as obras sejam iniciadas o mais breve possível.

Ainda durante a entrevista, o prefeito falou sobre calçamento de ruas, investimento em saúde, construção de escolas e sobre a abertura do diálogo com o Sindspem, entre outros assuntos. Clique no player e confira o áudio na íntegra!

por Redação

Comentários comentar agora ❯

  • carla Quero saber é do concurso.