12 Setembro 2018 - 16:00

Acusado de matar homem na porta de casa em Penedo é condenado a mais de 25 anos de prisão

Assessoria
Sessão foi realizada no Fórum Desembargador Alfredo Gaspar de Mendonça

O réu Josinaldo da Silva foi julgado nesta quarta-feira, 12 de setembro, pelo Tribunal do Júri da Comarca de Penedo. A sessão, que foi realizada no Fórum Desembargador Alfredo Gaspar de Mendonça, terminou com a condenação do acusado a mais de 25 anos de prisão por homicídio qualificado.

O conselho de sentença considerou totalmente procedente a denúncia oferecida pelo Ministério Público que, em linhas gerais, apontou Josinaldo da Silva como o responsável pelo assassinato de Lailson José dos Santos, o Sassá, à época com 22 anos. O crime foi registrado em julho de 2011.

Durante a audiência, a defesa do acusado, que é conhecido em Penedo como Nego, ficou a cargo da Defensora Pública, que defendeu durante os debates a tese de negativa de autoria, uma vez que o acusado alega que nem na cidade estava no dia em que o crime foi registrado.

Para o conselho de sentença, o acusado agiu mediante recurso que dificultou a defesa da vítima, qualificando o crime de homicídio.

Após a votação, o juiz Antônio Rafael Wanderley Casado da Silva, titular da 4ª Vara Criminal da Comarca de Penedo, proferiu a sentença condenatória, estipulando pena de 25 anos e seis meses de prisão, devendo o acusado iniciar seu cumprimento em regime fechado.

Relembre o caso

De acordo com os autos, a vítima estava na porta de sua residência, situada na Rua Manoel Tavares, no bairro Santa Cecília, conhecido popularmente como Matadouro, quando foi alvejada por diversos disparos de pistola, vindo a entrar em óbito no local do atentado, antes mesmo de receber socorro médico.

Testemunhas contaram durante depoimento que viram quando o acusado deflagrou os disparos de arma de fogo contra o jovem e em seguida fugiu na garupa de uma motocicleta pilotada por um homem não identificado. O acusado, por sua vez, nega a autoria do crime ao dizer que no dia homicídio estava na capital alagoana.

Josinaldo da Silva responde também por outros homicídios registrados em Penedo e deve ser julgado em outra oportunidade. Por tráfico de drogas ele já foi condenado a mais de 30 anos de prisão. Nego ficou conhecido nacionalmente após conseguir fugir da Delegacia Regional de Penedo usando um palito de fósforo, em fevereiro de 2011.
 

por Redação

Comentários comentar agora ❯