11 Agosto 2017 - 08:32

Briga entre estudantes, dentro de colégio estadual, vira caso de polícia em Penedo

Divulgação
Briga aconteceu durante o intervalo das aulas, dentro da escola

Uma briga entre estudantes do Colégio Estadual Comendador José da Silva Peixoto terminou na Delegacia Regional de Penedo. O fato foi registrado nesta quinta-feira, 10 de agosto, durante o intervalo das aulas da instituição de ensino que fica situada na Castro Alves, parte alta da cidade ribeirinha.

De acordo com o relatório enviado pelo 11º Batalhão de Polícia Militar para a nossa redação, após receber informações sobre uma suposta agressão ocorrida no colégio, uma guarnição se dirigiu ao local para averiguação e comprovou o fato.

A vítima, identificada como José Wilson da Silva Santos, 18 anos, foi encontrada pela polícia com vários hematomas pelo corpo. Em seu depoimento, o jovem contou que foi agredido por três “colegas” durante o intervalo e que só não apanhou mais porque outros estudantes conseguiram separar a briga.

Após ser encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento de Penedo, para receber cuidados médicos, o jovem foi levado à delegacia local, onde o fato foi registrado pela equipe do delegado Fernando Lustosa como lesão corporal, crime previsto pelo Código Penal Brasileiro.

A primeira medida adota pela Polícia Civil, que conduzirá as investigações, será solicitar do Colégio Estadual Comendador José da Silva Peixoto as imagens das câmeras de segurança que devem ter registrado todo o ocorrido e, por isso, são essenciais para o esclarecimento do caso.

Nossa redação entrou em contato com a direção do colégio na manhã desta sexta-feira, 11, para saber se alguma medida será adotada no âmbito administrativo e foi informada que sim. As partes estão sendo ouvidas, assim como também testemunhas, para que se descubra o que de fato aconteceu. Só depois disso a escola tomara uma decisão com o objetivo de punir os culpados e evitar que algo do tipo volte a acontecer na unidade de ensino.
 

por Redação

Comentários comentar agora ❯

  • André O descaso e falta de atencatencao aos alunos infelizmente é algo "normal" em escolas públicas, para comprovar isto, veremos que a direção se quer irá interferir nisto, no máximo os alunos terão 2 ou 3 dias de suspensão e isso se repetirá logo, logo...
  • Jesus Este caso no Estadual foi atípico, um incidente. Conheço o trabalho da equipe diretiva e posso afirmar sem receios: São extremamente comprometidos com no que fazem. Este caso foi apenas um incidente isolado. É uma escola com mais de 1 mil alunos.
  • Rosiane Os diretores desta instituição de ensino devem abrir os olhos este não e um caso isolado a diferença e que este chegou ate a delegacia enquanto tantos outros nem chegam a direção porque as vítimas não se sentem seguros no ambiente escolar e temem a novas agressões .