10 Agosto 2018 - 15:50

Homem com tuberculose que se recusa a fazer tratamento continua circulando pelas ruas de Penedo

Divulgação
Homem reside no bairro Santo Antônio, conhecido historicamente como Barro Vermelho

O homem que é portador de tuberculose continua sem querer fazer tratamento e andando pelas ruas de Penedo colocando em risco a vida de penedenses. Até às 15 horas desta sexta-feira, 10 de agosto, o Ministério Público ainda não havia se posicionado oficialmente sobre o caso.

O problema, que agora tem sido tratado como de saúde pública, veio à tona há exatos 10 dias durante uma entrevista da coordenadora do Núcleo de Promoção a Saúde de Penedo, Alessandra Costa Tenório, concedida ao Programa Lance Livre da Rádio Penedo FM (97,3 Mhz e www.penedofm.com.br).

Desde então, nossa redação não parou de ser procurada por populares, principalmente moradores do bairro Santo Antônio, conhecido historicamente como Barro Vermelho, local onde o homem, que por questões de segurança não terá sua identidade revelada, reside junto com seus familiares.

No início dessa semana, nossa redação procurou o Ministério Público, mas não conseguiu obter nenhuma resposta concreta sobre o caso. Já na tarde desta sexta, 10, conseguimos contato novamente com a coordenadora do Núcleo de Promoção a Saúde de Penedo, Alessandra Costa Tenório.

Em conversa telefônica com nossa redação, a servidora pública declarou que a Secretaria Municipal de Saúde continua esperando um posicionamento do Ministério Público, pois todas as medidas que cabiam a municipalidade já foram adotadas, mas não alcançaram o objetivo pretendido.

“Nós entramos em contato com o Ministério Público essa semana para saber se havia alguma posição sobre esse caso. O que nos disseram foi que nossa solicitação seria respondida por ofício e estamos aguardando”, explicou Tenório.

A população local aguarda um desfecho rápido para o caso porque o homem continua circulando pelas ruas de Penedo com uma garrafinha cheia de catarro, cuspindo em todo canto e bradando que está doente e que irá morrer da doença, considerada como altamente contagiosa.

Segunda a Secretaria de Saúde de Penedo, o homem contraiu a doença há mais de dois anos. Durante todo esse período, ele já iniciou o tratamento três vezes, mas sempre acaba desistindo. Esse ano, ele decidiu não mais se tratar, colocando em risco a vida dos penedenses, principalmente de seus próprios familiares, que compartilham objetos com ele diariamente.

Desde janeiro de 2017 que o Ministério Público, através da 3ª Promotoria de Justiça de Penedo, tem conhecimento do caso.


 

por Redação

Comentários comentar agora ❯

  • Alex Barbosa Tem que botar a foto dele pra população ficar alerta

Whoops, looks like something went wrong.