21 Maio 2010 - 11:32

Missão do FMI faz visita de rotina ao Brasil

A missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) que está no Brasil desde o dia 17, visita hoje o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, para coletar dados sobre a economia brasileira.

A visita é de rotina é faz parte do acompanhamento que o fundo faz dos países membros. Os técnicos já visitaram o Ministério da Fazenda, a Secretaria do Tesouro, o Banco Central, a Previdência Social e organizações empresariais como a Confederação Nacional da Indústria.

Desde o ano passado, o país deixou de ser devedor do fundo e passou a e credor. O anuncio formal do novo status brasileiro foi feito pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, em outubro, durante encontro do FMI e do Banco Mundial (Bird). Na ocasião, Mantega informou que o Brasil iria adquirir US$ 10 bilhões em bônus do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Em abril deste ano, a organização multilateral propôs uma operação da aquisição de bônus do FMI, lastreada em Direito Especial de Saque (DES), uma espécie de moeda do fundo.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, está Istambul, na Turquia, onde participa da reunião do FMI e do Bird, em meio às discussões sobre a maior participação dos países emergentes nas decisões dos dois organismos multilaterais. O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, também participa do encontro como representante do Brasil.

Os encontros anuais do FMI e do Banco Mundial reúnem presidentes de bancos centrais, ministros das áreas de finanças e desenvolvimento, executivos do setor privado e acadêmicos para “discutir questões de interesse global, incluindo a visão de mundo econômico, a erradicação da pobreza, o desenvolvimento econômico e a eficácia desse tipo de ajuda”.

Ainda sobre os efeitos da maior crise econômica da história recente, a reformulação dos dois organismos multilaterais tem sido defendida por vários países, incluindo o Brasil.

 

por Agência Brasil

Comentários comentar agora ❯