17 Julho 2009 - 11:32

Renault vai desenvolver carro exclusivo para o Brasil

Ilustração

O presidente mundial do grupo Renault, Carlos Ghosn, afirmou hoje que a montadora pretende desenvolver um carro exclusivo para o mercado brasileiro. De acordo com ele, essa seria uma das estratégias da empresa para aumentar sua participação de mercado no País, de 5% para 10%. "Sabemos que a oferta atual de modelos é inadequada para o crescimento que esperamos. Vamos desenvolver carros mais baratos, populares, mas sem esquecer de modelos como os quatro por quatro", disse o executivo, sem revelar o prazo previsto pela empresa para o aumento de participação no mercado nacional.

Ghosn afirmou que o Brasil é um dos mercados prioritários para a montadora e que os investimentos previstos para o País estão sendo mantidos. Perguntado se a empresa divulgaria o montante a ser investido no País nos próximos anos, a exemplo do que foi feito hoje pela General Motors (GM) do Brasil, Ghosn retrucou. "Algumas montadoras precisam fazer muitas declarações para trazer mais confiança, o que todo mundo entende. Não pretendemos fazer declarações sobre investimentos, porque temos estratégia de longo prazo", disse.

O executivo avalia que ainda há forte potencial de demanda de veículos no País, não só por conta das medidas do governo de redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), mas também pela entrada de novos consumidores no mercado.

por Portal Exame

Comentários comentar agora ❯