27 Março 2019 - 14:59

Em nota, IBAMA informa que água do São Francisco não foi contaminada por rejeitos de Brumadinho

Egberto Araújo
IBAMA publicou uma Nota Técnica com informações sobre o Velho Chico

Nesta quarta-feira (27), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) publicou uma Nota Técnica com informações sobre a contaminação ambiental das águas após o rompimento da Barragem da mina do Feijão em Brumadinho/MG.

Segundo o IBAMA, nos últimos dias a mídia tem divulgado informações de possível “morte” do rio Paraopeba e a iminente contaminação das águas do rio São Francisco devido ao rompimento da Barragem. Tais afirmações têm gerado grande preocupação às comunidades ribeirinhas e demais usuários dos rios Paraopeba e São Francisco.

Após análises da água, os especialistas concluíram que até o momento, os rejeitos não atingiram o trecho do rio Paraopeba a jusante da UHE de Retiro baixo, portanto também não atingiram o reservatório da UHE de Três Marias e o rio São Francisco.

Sobre os animais, no trecho mais afetado, foram coletados peixes vivos, ovos e larvas viáveis, indicando que mesmo após o desastre, parte da ictiofauna continua na região. Entretanto, os espécimes que sobreviveram ainda estão sob condições inadequadas e poderão ter funções biológicas comprometidas, acarretando em mudanças comportamentais, redução de crescimento, redução da taxa reprodutiva e até mesmo morrerem.

Veja a nota completa clicando AQUI
 

por Redação

Comentários comentar agora ❯