23 Novembro 2017 - 21:46

Projeto apresenta dados de análise espacial de escolas

Foram divulgados nesta quarta-feira (22), no auditório do Centro Universitário Tiradentes (Unit), os primeiros dados obtidos na Análise Espacial das Escolas Municipais de Maceió. Com o tema “Contribuições para o alcance do Objetivo 4 da Agenda 2030: equidade, inclusão, qualidade e inovação”, o encontro foi promovido pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), em parceria com o Programa das Nações Unidas Para o Desenvolvimento (Pnud) e apoio da Unit e do Instituto de Tecnologia e Pesquisa (ITP).

As pesquisas de campo contaram com a participação de alunos, gestores, professores e pais de 91 escolas do ensino fundamental. No total, foram aplicados mais de 3.500 questionários. Com essas informações, será produzido um Atlas contendo imagens e dados educacionais primários e secundários das escolas do município, que, aliado aos indicadores sociais mais relevantes dos territórios analisados, ajudará na compreensão do que impacta no desenvolvimento e na melhoria da educação básica.

A coordenadora-geral do Projeto Semed/Pnud Rita Ippolito destaca a importância do estudo para se ter um panorama multidisciplinar dos processos educacionais do município.”Para nós do Pnud, esse trabalho é fundamental. Ele representa aquilo que está em nosso objetivo, que é auxiliar a criar, em conjunto com a Semed, formas ainda mais eficazes de gerir a educação básica em Maceió”, disse.

Elisangela Mercado, presidente do Conselho Municipal de Educação, frisa o quanto alinhar os objetivos da Agenda 2030 ao Plano Municipal de Educação trará solucções para o desenvolvimento de medidas eficazes de monitoramento e avaliação. “A aplicação dessa metodologia garante o respeito ao direito à educação”, afirmou.

Na ocasião, também estiveram presentes a secretária municipal de Educação Ana Dayse Dorea, o assessor da Prefeitura de Maceió, Manoel Messias, a secretária mirim de Educação por um dia, Keyla Oliveira, a coordenadora local do Projeto, Paola Barbieri, o pesquisador Ajibola Badiru, a coordenadora-geral de Gerenciamento Escolar, Marta Palmeira, toda a equipe de supervisão escolar e representantes das demais instituições envolvidas no estudo.

por Secom - Maceió

Comentários comentar agora ❯