21 Março 2017 - 16:45

Pagamento do Bolsa Família segue até 31 de março

As mais de 57 mil famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família em Maceió devem ficar atentas para o pagamento do benefício durante o mês de março. O calendário de pagamento começou nesta segunda-feira, dia 20, e prossegue até a próxima semana, dia 31.

Para saber o dia correto de receber o dinheiro, os beneficiários do Bolsa Família devem observar o final do Número de Identificação Social (NIS) que consta no cartão de pagamento. O final 1 recebe dia 20 de março. Final 2, dia 21 de março. Final 3, dia 22 de março e assim por diante, até completar a data de pagamento com o final 0, cujo pagamento será no dia 31 de março.

O beneficiário pode acompanhar o calendário de pagamentos do ano de 2017. Há outros meios de acessar as datas de pagamento do benefício, através do telefone (82) 3315-3686, para os beneficiários de Maceió. No número 0800 707 2003, da Central de Relacionamento do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), o beneficiário de todo o País também tem acesso às informações sobre o pagamento do Bolsa Família.

semas-calendario-bolsa2017O Programa Bolsa Família é um mecanismo de distribuição de renda, cujo modelo é estudado pela Organização das Nações Unidas para ser utilizado em outros países. No Brasil, os beneficiários são pessoas que vivem abaixo da linha da pobreza, ou seja, cidadãos pobres ou extremamente pobres.

A renda é transferida diretamente para a conta do beneficiário que pode sacar o dinheiro através de um cartão magnético nas agências e caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal, Caixa Aqui e Casas Lotéricas. Quem não possuir o cartão magnético pode receber mediante a apresentação de uma guia de pagamento avulsa ou de um documento original de identificação, que pode ser o RG, a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou a Carteira de Trabalho.

O Cartão magnético fica sob a responsabilidade da mulher que é responsável pela administração do recurso. É muito importante que o beneficiário fique atento às informações contidas no extrato de pagamento e no comprovante de saque.

Nesses documentos é possível saber quando deve ser feita as atualizações cadastrais para que o recurso não seja bloqueado ou cancelado. É possível ainda observar se as exigências relativas à freqüência escolar dos filhos e o acompanhamento de saúde das gestantes e a aplicação de vacinas nas crianças estão sendo cumpridas. São as chamadas condicionalidades, ou seja, requisitos que devem ser cumpridos pelos beneficiários do programa, para que o benefício continue a ser pago para as famílias.

por Secom - Maceió

Comentários comentar agora ❯