18 Abril 2017 - 09:39

Governo reduz em mais de 60% assaltos a coletivos na capital alagoana

Depois de receber semana passada a notícia de que a capital alagoana caiu 19 posições no ranking de cidades mais violentas do mundo entre 2014 e 2016, o Estado de Alagoas recebeu outra boa notícia. Isso porque o percentual de roubos a coletivos em Maceió teve uma queda de mais de 60% no mês de março deste ano, comparado ao mesmo período de 2016.

Os dados são do Núcleo de Estatística e Análise Criminal (Neac) da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/AL) e confirmados pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Alagoas (Sinttro-AL).

Os resultados de queda nesse indicativo de violência estão registrados nos três primeiros meses de 2017 em um movimento considerado positivo levando em conta que a SSP e a categoria dos rodoviários estão trabalhando em sintonia para inibir ações criminosas dentro dos coletivos.

O próximo passo é uma parceria da Secretaria de Segurança Pública com a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Maceió (SMTT) e o Sinttro. A providência é identificar o teto dos coletivos para que o Grupamento Aéreo, após ser acionado, possa identificar o veículo cujos passageiros estejam sofrendo assalto.

“Isso será de fundamental importância porque o tempo resposta do Grupamento Aéreo é muito bom, além do domínio visual e a facilidade em identificar os ônibus que estejam sendo alvos. Com o número no teto do coletivo, a identificação será mais rápida para a tripulação e a investida economizará tempo”, afirmou Lima Júnior.

A próxima reunião entre a cúpula da SSP e o Sinttro está marcada para o próximo dia 3 de maio, às 10h, na sede da Secretaria de Segurança Pública do Estado

por Agência Alagoas

Comentários comentar agora ❯