17 Dezembro 2009 - 12:01

ProJovem Urbano em Maceió está com inscrições abertas

O ProJovem Urbano em Maceió está com inscrições abertas. Para matricular-se no programa, o jovem deverá ter entre 18 e 29 anos no ano da matrícula, saber ler e escrever e não ter concluído o ensino fundamental. Os documentos necessários são a carteira de identidade, comprovante de residência e o histórico escolar.

Nesta terça-feira (15), aconteceu uma reunião entre os coordenadores municipais do programa e os diretores das escolas núcleos, com a presença do secretário municipal de educação Thomas Beltrão, para discutir a abertura das escolas durante o recesso e o calendário para 2010.

Solange Pereira de Gouveia, coordenadora pedagógica do programa no município informou que estão abertas as inscrições para a matrícula em 2010. “Hoje temos 3 mil alunos no programa que se desenvolve em quatro áreas chamadas Arcos Ocupacionais: Administração, Serviços Pessoais, Telemática e Construção e Reparos I. Nossa meta para 2010 é conseguir o mesmo número de alunos e mantê-los, pois a evasão é potencialmente danosa ao programa” salientou Solange.

Gino César, coordenador Executivo o Projovem em Maceió enfatizou a necessidade das escolas permanecerem abertas durante o recesso escolar para a continuidade do programa. Segundo Gino César, o recesso será apenas no período das festas natalinas, retornando as atividades no dia 04/01. “Toda a infra-estrutura necessária será disponibilizada pela secretaria, já temos merendeiras deslocadas para atender o Projovem durante o mês de janeiro”, destacou.

O secretario municipal de Educação, Thomas Beltrão, através da Coordenação de Recursos Humanos, disponibilizou aos diretores das escolas participantes do programa, os profissionais necessários a manutenção das atividades no mês de janeiro. Cada diretor fará um levantamento de pessoal, identificando as carências e a remeterá à Semed para que se tomem as medidas necessárias, o mais rápido possível.

“Os serviços de merendeira, porteiro e serviços gerais são imprescindíveis para a continuidade do programa. A Semed está empenhada, juntamente com todos os diretores de escola, para que as 16 escolas participantes estejam abertas e funcionando normalmente”, explicou o secretário.
 

por Secom Maceió

Comentários comentar agora ❯