10 Agosto 2017 - 21:39

Gestores e técnicos discutem elaboração do Plano Municipal de Saúde

A importância da construção participativa do Plano Municipal de Saúde (PMS) para o quadriênio 2018-2021 foi discutida, na manhã de terça-feira, (8), no Conselho Regional de Medicina de Alagoas (Cremal), no Pinheiro, em oficina que reuniu gestores e técnicos da área de Planejamento dos municípios alagoanos. Segundo a diretora do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems), Gláucia Torres, também secretária da Barra de Santo Antônio, o documento é uma exigência legal e será um instrumento de gestão que vai nortear as ações municipais.

A coordenadora executiva do Conselho, Sylvana Medeiros, que coordenou os trabalhos, destacou que a discussão contou com a participação de profissionais qualificados e experientes em gestão no Estado e municípios. Segundo ela, o desafio dos gestores está no “melhorar o fazer”, uma vez que estar à frente da gestão municipal é gratificante, mas também preocupante por ter que fazer mais com menos recursos financeiros.

A diretora de Planejamento e Gestão em Saúde de Maceió, Sônia Moura, apresentou a experiência do Município retratada nos dez passos para a construção do documento da pasta de Maceió, enfatizando também a necessidade do processo de construção coletiva para que todas as partes envolvidas, sobretudo os usuários do SUS, sejam ouvidas na elaboração do documento tratado no evento.

por Secom - Maceió

Comentários comentar agora ❯