05 Setembro 2009 - 10:03

Ufal oferece curso de Economia Política da Comunicação

O aprimoramento da tecnologia nos meios de comunicação vem alterando a forma como o homem se relaciona com sua realidade. E enquanto essa Comunicação se insere cada vez mais intimamente em nossos cotidianos, cria-se a necessidade de se entender esse processo. É nesse sentido que o Núcleo de Pesquisa Crítica à Economia Política da Comunicação, do Grupo Comunicação Multimídia - Cepcom-Comulti -, da Universidade Federal de Alagoas, oferecerá nos dias 09, 10 e 11, gratuitamente, o curso Introdução à Crítica da Economia Política da Comunicação. O evento acontecerá no Campus A.C. Simões, no miniauditório do curso de Serviço Social, a partir das 19h.

Serão abertas 30 vagas para qualquer pessoa interessada e para se inscrever basta enviar um e-mail para o endereço [email protected] com nome completo, endereço, telefone e curso que está fazendo ou onde trabalha. Os participantes que comparecerem à maioria dos espaços oferecidos receberão um certificado de participação de 8 horas, habilitado pela Pró-Reitoria de Extensão da Ufal. A profª. Drª. Cristina Paniago, do curso de Serviço Social, ficará responsável pelos dois primeiros dias de minicurso, para falar sobre Crítica à Economia Política, enquanto membros do Cepcom aprofundarão o assunto na parte de Comunicação, no último dia.

Coordenador do Cepcom, o estudante da Ufal Anderson Santos acredita que o curso não só alertará as pessoas sobre a necessidade desses estudos, como também possibilitará o aparecimento de novos membros para o grupo da Ufal. “A ideia do curso é apresentar os estudos críticos da Economia Política no campo da comunicação, algo que não vemos ao longo da graduação de Comunicação Social. Com isso, esperamos que mais pessoas, não apenas da área comunicacional, possam se interessar pelo assunto e integrar as pesquisas do grupo".

E, como indicou o estudante Anderson Santos, a tendência é que outras instituições de ensino superior do Estado também sediem outros cursos introdutórios de Crítica à Economia Política da Comunicação. “Apesar de ser aberto ao público, sem restrições, este primeiro curso é direcionado para a Ufal. Mas a nossa intenção é levá-lo para outras instituições como o Cesmac e a Fits, de acordo com a disponibilidade de espaços em cada uma delas” – concluiu o coordenador do Cepcom.

Apesar da restrição no número de vagas, todos podem comparecer e participar dos espaços, de acordo com o espaço físico onde ocorrerão as atividades. As 30 pessoas que conseguirem se inscrever devem confirmar sua presença logo no primeiro espaço, caso contrário perderão sua inscrição para quem estiver na lista de espera. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (82) 8805-9233 ou pelo email [email protected]

 

por Cepcom

Comentários comentar agora ❯