05 Setembro 2009 - 17:53

CineSesc divulga programação de curtas-metragens brasileiros

A programação do CineSesc 12h30 de setembro tem nove curtas-metragens brasileiros. As exibições acontecem sempre às segundas-feiras no Teatro Sesc Jofre Soares (Sesc Centro) e no Auditório Maron Emile Abi-Abib (Sesc Poço).

Cine Sesc 12h30 – Programação de setembro:

Segunda-feira, 14/09

Vinil Verde
(13 min, 2004, Cor)
Classificação: 12 anos
Direção: Kleber Mendonça Filho
Sinopse: mãe dá à filha uma caixa cheia de velhos disquinhos coloridos. A menina pode ouvi-los, exceto o vinil verde.

Hotel do Coração Partido
(5 min, 2006, cor)
Classificação livre
Direção: Raoni Assis
Sinopse: Ronaldo era especial pois seu coração era evidentemente maior que os corações normais.

Clandestina Felicidade
(15 min, 1998, pb)
Classificação livre
Direção: Beto Normal e Marcelo Gomes
Sinopse: a infância da escritora Clarice Lispector; seu amor pelos animais e sua paixão pelos livros estão neste filme que reúne alguns contos/crônicas de quando criança na cidade do Recife (nordeste do Brasil) na década de 20. Olhar curioso, perplexo e a descoberta do mundo da menina Clarice.


Simião Martiniano
(14 min, 1998, cor)
Classificação livre
Direção: Clara Angélica e Hilton Lacerda
Sinopse: documentário que usa a ficção para falar sobre cinema, na perspectiva de um cineasta-camelô alagoano, radicado em Pernambuco desde a década de 50.

Segunda-feira, 21/09

O Homem da Mata
(18 min, 1998, cor)
Classificação: livre
Direção: Antônio Luiz Carrilho
Sinopse: José Borba da Silva, ator, canavieiro, cantor, pai-de-santo e artista da cultura popular, interpreta Jack, o vingador justiceiro, super-herói e defensor dos trabalhadores da Zona da Mata Atlântica do nordeste do Brasil.

Ô Xente, Pois Não
(22 min, 1973, cor)
Classificação: livre
Direção: Joaquim Assis
Sinopse: documentário rodado em 1973 sobre lavradores da localidade de Salgadinho, perto de Garanhuns, Pernambuco. Resultou essencialmente de longas e livres conversas, durante cerca de 15 dias, com aproximadamente dez famílias que lutavam contra toda sorte de dificuldades, entre elas a seca. O filme tenta passar ao espectador a sabedoria das pessoas em questão e a fraternidade que as unia. Do ponto de vista formal, o filme é um entrelaçamento musical das falas daquela gente com as imagens de seu cotidiano.

O Crime da Imagem
(13 min, 1992, cor)
Classificação: 14 anos
Direção: Lírio Ferreira
Sinopse: a viagem simulada por um sertanejo desconfiado da fidelidade da esposa tem desfecho trágico. Episódio lendário sobre Antônio Conselheiro, antes de se tornar um líder político-místico-religioso.

Segunda-feira, 28/09

Recife Sevilha
(52 min, 2003, cor)
Classificação: livre
Direção: Bebeto Abrantes
Sinopse: as principais entradas da poética de João Cabral de Melo são Recife e Sevilha. Afora os livros a uma e a outra dedicados, há aqueles cujos versos guardam nas entrelinhas a experiência do homem apaixonado por estas cidades. Recife e Sevilha são uma das mais importantes sínteses da obra do poeta. Seriam cidades inconciliáveis por semelhanças e diferenças, se nelas o poeta não tivesse vivido. O Recife do menino de engenho e do rapaz mundano e a Sevilha do homem feito, andarilho por força de sua carreira de diplomata.

Recife de Dentro pra Fora
(15 min, 1997, cor)
Direção: Kátia Mesel
Classificação livre
Sinopse: documentário poético sobre o rio Capibaribe inspirado no poema “Cão sem plumas” de João Cabral de Melo Neto. Mostra os diversos aspectos do rio, do amor, da natureza e da cidade com sua miséria, seus pescadores e sua esperança.


SERVIÇO
Cine Sesc 12h30
Dias: segundas-feiras de setembro – 14, 21 e 28/09
Horário: 12h30
Local: Teatro Sesc Jofre Soares, Sesc Centro
Rua Barão de Alagoas, 229, Centro
Entrada franca
Mais informações: 3326.3700
 

por Sesc

Comentários comentar agora ❯