04 Setembro 2019 - 20:32

Primeira Infância Cidadã: servidores participam de capacitação

Profissionais da Coordenação Geral de Atenção Primária (CGAP), Gerência de Atenção à Pessoa com Deficiência (GAPD) e Coordenação de Saúde da Criança, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), participaram, nesta quarta-feira (4), no auditório do Conselho Regional de Psicologia, de uma capacitação sobre Fluxo de atendimento da Síndrome Congênita para profissionais envolvidos na execução do programa Primeira Infância Cidadã, promovida pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas).

O grande objetivo do evento é capacitar os assistentes sociais, supervisores e visitadores sociais do programa Primeira Infância Cidadã, ligado ao programa Criança Feliz, do Governo Federal, que busca atender crianças e gestantes que residem em áreas de maior vulnerabilidade social.

Capacitação para servidores

Nesse contexto, a SMS foi convidada a capacitar os profissionais envolvidos no programa e apresentou o trabalho que vem sendo realizado desde 2016 com as crianças portadoras da Síndrome Congênita do Zika Vírus e as STORCH, grupo de doenças infecciosas capaz de causar doenças em gestantes e má formações congênitas no feto, como sífilis, toxoplasmose, rubéola, citomegalovírus e herpes simples. Além disso, também foi abordado o fluxo de atendimento a pessoas com deficiência em Maceió e a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança.

Segundo Rosário Vasconcelos, enfermeira da Atenção Primária da SMS, espaços de discussão como estes são fundamentais. “Esse evento fortalece o tripé preconizado pelo Ministério da Saúde que une Saúde, Educação e Assistência Social para a prestação de uma assistência integral às crianças”, destaca. A capacitação também contou com a participação da enfermeira do GAPD da SMS, Izabelle Acioly.

Programa Criança Feliz

O Programa Criança Feliz é uma iniciativa do Governo Federal criado em 2016 para ampliar a rede de atenção e o cuidado integral das crianças na primeira infância, considerando sua família e seu contexto de vida. O Programa se desenvolve por meio de visitas domiciliares com a finalidade de promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, buscando envolver ações de saúde, educação, assistência social, cultura e direitos humanos.

O público-alvo do programa são gestantes, crianças de até 03 anos e suas famílias beneficiárias do Bolsa Família, crianças de até 06 anos beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e suas famílias, e crianças de até 06 anos afastadas do convívio familiar em razão da aplicação de medida de proteção prevista no Artigo 101 da Lei nº 8.609, de 13 de julho de 1990 e suas famílias.

por Secom - Maceió

AquiAcontece.com.br © 2016 - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do AquiAcontece.com.br.