30 Novembro 2009 - 09:27

Técnicos em Alagoas fazem constante rodízio

Divulgação
Nenhuma novidade em relação aos técnicos

Início de temporada sempre é uma novidade. Em todos os setores dos clubes normalmente existem coisas novas. Muda-se a direção do clube, o presidente, o elenco e o treinador.

Para a próxima temporada, o futebol de Alagoas não apresentará novidades quando o assunto for o comandante técnico. Entre as dez equipes integrantes da 1ª divisão não nenhuma novidade no mercado de treinadores.

Uns clubes optaram por manter o técnico desta temporada. Já outros clubes optaram por nomes que já estiveram como técnicos em anos anteriores.

ASA, CSE, Murici, Santa Rita e União mantiveram seus comandantes técnicos em relação a última competição disputada. O ASA permanece com José Luis Mauro (Vica). O CSE ficou com Capitão. O Murici optou pelo “caseiro” Coca. Já as equipes que conquistaram o acesso também optaram pela permanência dos seus últimos comandantes. O União manteve Marinaldo Lima e o Santa Rita ficou com Everaldo Bezerra.

Outras três equipes recorreram a técnicos que já trabalharam em temporadas anteriores. O CRB optou por recuperar Paulo Roberto Ghilardi. Retornando a 1ª divisão, o Penendense também opta por um velho conhecido e aposta em Régis Silva. Já o Corinthians traz de volta Gilmar Batista.

Dois clubes optaram por nomes que já possuem trabalhos realizados no futebol alagoano. O Coruripe foi buscar Elenilson Santos, que nesta temporada defendeu o Igaci. O Ipanema traz uma novidade. A equipe será comandada por dois técnicos. Um deles já trabalhou no clube na temporada passada. Trata-se do conhecido Carioca. O seu parceiro será o técnico Ronaldo, que durante a 2ª divisão comandou o Sport Santo Antônio (Atalalaia).

Até o CSA, que depende da justiça desportiva para oficializar sua participação “engrossa” a tendência de não optar por novidades e confirmou Celso Teixeira como técnico. O polêmico treinador dirigiu o clube azulino na Série D, a última competição oficial disputada pelo CSA.

por Alberto Oliveira

Comentários comentar agora ❯