28 Março 2010 - 21:17

Vasco surpreende e derrota o Fluminense com facilidade

Paulo Sergio
Carlos Alberto ajudou o Vasco na fácil vitória

Numa partida bem movimentada e disputada no Maracanã, o Vasco venceu o Fluminense por 3 a 0 neste domingo e seguiu com chances de classificação às semifinais da Taça Rio. Agora, o time cruzmaltino é o segundo colocado do Grupo B, com 12 pontos. O Fluminense segue atrás do Flamengo no Grupo A, com 16.

Os times, em situações totalmente diferentes na Taça Rio, entraram no campo do Maracanã em busca de seus objetivos na competição. O Vasco tentando entrar na zona de classificação no Grupo B, enquanto o Tricolor, praticamente classificado às semifinais da competição, buscava a liderança do A. Com a vitória de virada do Flamengo contra o América, o time de Cuca precisava vencer o clássico por dois ou mais gols de diferença para ultrapassar o rival na tabela.

O melhor momento do Fluminense foi vista logo no início da partida. Melhor postado em campo, o time teve mais iniciativa com a bola nos pés. Antes dos dez minutos de primeiro tempo, o Flu criou duas boas oportunidades. Uma com saída rápida de Diguinho, e na outra em jogada individual de Conca. Mas em ambas, o Tricolor pecou na hora do último passe.

Em contrapartida, o Vasco sentiu a inicial pressão do adversário e, sem outra alternativa, se fechou no campo defensivo. Logo aos 13, o técnico interino Gaúcho, que comandava o time pela primeira vez, teve de realizar a sua primeira substituição na equipe. Carlos Alberto, que retornava de contusão e começara o clássico no banco, foi a campo no lugar de Jeferson que sentiu a coxa, aparentemente sozinho.

Apesar de pior na partida, foi o Vasco que quase abriu o marcador. Após boa triangulação cruzmaltina, Philippe Coutinho ficou no mano a mano com Leandro Euzébio e, ao tentar driblar o zagueiro, Everton veio para ajudar e cortou a bola na direção do patrimônio tricolor. Rafael, atento, fez uma bela defesa impedindo o primeiro gol no Maraca.

Após esse susto e a parada técnica, o Fluminense voltou a imprimir o seu ritmo de jogo. Em outra bela descida de Diguinho, o volante serviu Alan cara a cara com Fernando Prass. O atacante bateu cruzado e a bola passou raspando a trave cruzmaltina. O Vasco conseguiu equilibrar a partida no meio da primeira etapa. Com duas finalizações de fora da área, ambas com Coutinho, o jogo ganhou na movimentação. Mesmo assim, o clássico terminou empatado sem gols até o intervalo.

Na volta para a etapa final, a partida mudou de panorâma. Quem assistiu o Fluminense melhor no primeiro tempo, se surpreendeu. O Vasco, mesmo com o time que foi para os vestiários, mudou completamente o estilo dentro de campo. Precisando mais da vitória, o Gigante da Colina se lançou ao ataque e chegou com perigo por duas vezes. Elton arriscou da entrada da área, mas a bola saiu fraca. No rebote, Márcio Careca chutou por cima do gol de Rafael. A torcida se agitou.

Diferentemente do Tricolor na primeira etapa, o Vasco aproveitou melhor a pressão. Philippe Coutinho cobrou escanteio na pequena área, após Carlos Alberto não alcançar a bola, Thiago Martinelli desviou para o fundo da rede de Rafael abrindo o placar no clássico do Maracanã.

Após o gol, o Vasco teve a tranquilidade maior no clássico. Administrando a posse de bola, e deixando para o Fluminense a responsabilidade de atacar. Pelo lado tricolor, que sentiu demais o gol, Cuca avançou o time colocando Wellington Silva, Equi e o atacante Fábio Neves, este no Lugar do zagueiro Cássio.

Mas logo após as alterações, o treinador assistiu Leandro Euzébio parar Dodô com falta e ser expulso pelo árbitro. As coisas ficaram ainda mais difícieis para o Flu. Com um homem a mais e com o resultado positivo, o Vasco ainda marcou mais duas vezes com Dodô e Fágner, para fazer as pazes com a vitória e também com a torcida. Goleada no Maracanã.

FICHA TÉCNICA:

VASCO 3 X 0 FLUMINENSE

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 28/3/2010 - 18h30
Árbitro: William de Souza Nery (RJ)
Auxiliares: Edney Guerreiro Mascarenhas (RJ) e Marco Aurélio dos Santos(RJ)
Renda/público: R$ 383.550, 00/ 13.096 pagantes (presentes 19.607)
Cartões amarelos: Élder Granja, Rafael Carioca, Titi (VAS); Diguinho, Leandro Euzébio, André Lima (FLU)
Cartões vermelhos: Leandro Euzébio, 31'/2ºT (FLU)
Gols: Thiago Martinelli, 13'/2ºT (1-0); Dodô, 38'/2ºT (2-0); Fágner, 44'2°T (3 - 0)

VASCO: Fernando Prass, Élder Granja (Fágner, 32'/2ºT), Thiago Martinelli, Titi e Márcio Careca; Nilton, Rafael Carioca, Souza e Jeferson (Carlos Alberto, 13'/1ºT); Philippe Coutinho e Elton (Dodô, 27'/2ºT). Técnico: Gaúcho.

FLUMINENSE: Rafael; Gum, Cássio (Fábio Neves, 30'/2°T) e Leandro Euzébio; Mariano, Diguinho, Everton, Conca e Julio Cesar (Equi González, 20'/2ºT); Alan e André Lima (Wellington Silva, 21'/2°T). Técnico: Cuca.

por Robson Lessa com informações de lancepress

Comentários comentar agora ❯