21 Março 2010 - 22:01

Mesmo sem Robinho e Neymar, Santos goleia o Ituano

AE
Coreografias marcam os inúmeros gols do Peixe

Mesmo sem poder contar com os atacantes Robinho e Neymar, o Santos goleou o Ituano, de virada, por 9 a 1, neste domingo, no estádio do Pacaembu, pela 15ª das 19 rodadas do Campeonato Paulista.

Esta é a maior goleada do Campeonato Paulista desde 1976, quando o Botafogo venceu a Portuguesa Santista por 10 a 0. De lá pra cá, houve ainda uma outra vitória por oito gols de diferença além da de hoje, um 8 a 0 do Palmeiras sobre o Botafogo, em 1996.

Com o triunfo, o time santista termina mais uma rodada do torneio na liderança.

A equipe da Vila Belmiro chegou a 35 pontos, contra 33 do Santo André, vice-líder, que havia assumido a ponta provisória da competição após a goleada sobre o Bragantino por 4 a 1, em jogo realizado no sábado.

O resultado foi a segunda maior goleada do time alvinegro no ano. Antes, havia goleado o Naviraiense por 10 a 0, em partida válida pela primeira fase da Copa do Brasil.

Na partida diante do Ituano, o Santos não contou com os atacantes Robinho e Neymar. O primeiro se recupera de uma inflamação em um músculo da coxa esquerda, que o já deixou de fora do jogo contra o Remo --vitória por 4 a 0, pela Copa do Brasil, na última quinta-feira. Já Neymar cumpriu suspensão por conta de sua expulsão no clássico contra o Palmeiras --será julgado na segunda-feira e corre o risco de ser suspenso por até 18 partidas.

Com isso, Dorival Júnior, que comandou o time reserva do Santos no amistoso contra o Red Bulls --derrota por 3 a 1--, no sábado, em Nova Jersey, escalou a equipe no 4-4-2, assim como aconteceu no jogo contra o Remo. E, novamente, o volante Rodrigo Mancha substituiu Robinho. No setor ofensivo, Madson entrou no lugar de Neymar.

A partida

E mesmo sem Robinho e Neymar, o Santos mostrou mais uma vez um futebol envolvente. No entanto, a equipe santista tomou um susto. Logo no primeiro minuto, após cobrança de falta, a bola sobrou para João Leonardo, que virou e bateu no canto, abrindo o placar: 1 a 0.

Depois desse lance, o domínio do jogo foi total do time alvinegro. Aos 5min, Wesley fez boa jogada individual e concluiu para boa defesa de Saulo. Seis minutos depois, Madson recebeu pelo lado direito, avançou e finalizou para outra boa defesa do goleiro adversário. Aos 14min, Paulo Henrique Ganso cobrou falta e André cabeceou para deixar tudo igual: 1 a 1.

O Santos manteve a pressão e perdeu oportunidades de virar o marcador com André e Madson. Aos 26min, o Ituano ficou com um jogador a menos após expulsão de Carlos Eduardo, que cometeu falta em Paulo Henrique Ganso. Na cobrança, o meia santista desviou de cabeça e virou o placar: 2 a 1.

Apesar de se preocupar apenas com a marcação, o time de Itu quase empatou. Luiz Eduardo recebeu pela esquerda e finalizou forte, Felipe espalmou e a bola pegou na trave antes da defesa afastar o perigo.

Antes do término da etapa inicial, o Santos marcou mais duas vezes. Aos 39min, Wesley enfiou para André, que invadiu a área e colocou na saída de Saulo: 3 a 1. Seis minutos depois, Madson fez boa jogada individual e chutou no canto, aumentando o marcador: 4 a 1.

No segundo tempo, a equipe santista manteve o domínio e aumentou o placar facilmente. Aos 8min, Madson cobrou falta na barreira. A bola voltou para o jogador, que chutou forte e acertou o canto, marcando o quinto. Sete minutos depois, Maikon Leite, que havia acabado de entrar, completou o cruzamento da direita e ampliou para 6 a 1.

Aos 28min, após uma boa troca de passes, Paulo Henrique Ganso marcou o sétimo. Aos 41min, Zé Eduardo fez o oitavo gol. Aos 44min, André, de pênalti, marcou o nono e fechou o placar.

O Ituano ainda terminou o time com oito jogadores após as expulsões de Luiz Eduardo e do goleiro Saulo.

por Folha Online

AquiAcontece.com.br © 2016 - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do AquiAcontece.com.br.