21 Março 2010 - 22:24

Adriano e Herrera fizeram a festa de flamenguistas e botafoguenses

AE
Adriano comemorou gol no final da partida

O atacante Adriano salvou o Flamengo da derrota no clássico da rodada da Taça Rio (segundo turno do Campeonato Carioca). Aos 48 minutos do segundo tempo, ele aproveitou cobrança de falta e, de cabeça, fez o segundo gol do time. Não havia tempo para mais nada. A torcida do Botafogo, que já comemorava a vitória neste domingo no Engenhão, teve de se contentar com o placar de 2 a 2.

O Flamengo divide a liderança do Grupo A com o Fluminense - os dois têm 13 pontos cada -, enquanto que Botafogo e América estão na frente no Grupo B, ambos com 10 pontos - o Vasco caiu para o terceiro lugar, com 9, após perder do Olaria no sábado.

A atuação de Adriano foi decisiva, mas ele passou boa parte do jogo disperso, sem conseguir dar sequência aos lances de ataque. Teve mérito também de fazer o primeiro gol do Flamengo, com oportunismo, em que tocou a bola já caído dentro da área.

O Botafogo começou a partida impetuoso e contou com a colaboração da arbitragem ao abrir o placar. Everton Silva derrubou Caio fora da área e o árbitro Wagner Magalhães marcou pênalti - bem cobrado por Herrera, aos 16 minutos. Bruno, exímio defensor de penalidades, pulou para o canto certo e ainda resvalou na bola, mas não levou sorte.

A reação rubro-negra não tardou com a presença de Adriano na área para, desequilibrado, completar cruzamento de Kleberson. O jogo era aberto. Lúcio Flávio acertou a trave do Flamengo num chute de longe. Depois, Vágner Love, num belo voleio, repetiu o feito e deu o troco.

O técnico Joel Santana gesticulava muito do banco de reservas. Notava que o Flamengo passava a dominar seu time. Mas num cruzamento de Somália, Herrera surgiu entre os zagueiros do Flamengo e deixou o Botafogo em vantagem novamente.

A partir dos 2 a 1 para o time alvinegro, o que se viu foi uma pressão forte do Flamengo e contra-ataques muito perigosos do dono da casa. Os goleiros Bruno e, principalmente, Jefferson se destacavam com boas defesas.

Nos acréscimos, após uma falta no lado direito do ataque do Flamengo, Adriano usou a cabeça e acabou com a festa dos alvinegros. Na saída de campo, o Imperador não quis dar entrevistas.

Ficha técnica

Botafogo 2 x 2 Flamengo

Botafogo - Jefferson; Antonio Carlos, Fahel (Eduardo) e Danny Morais; Somália (Fábio Ferreira), Leandro Guerreiro, Sandro Silva, Lúcio Flávio (Edno) e Marcelo Cordeiro; Herrera e Caio. Técnico: Joel Santana.

Flamengo - Bruno; Everton Silva, Álvaro (Ronaldo Angelim), Fabrício e Rodrigo Alvim; Toró, Willians, Kleberson (Ramon) e Petkovic (Vinicius Pacheco); Adriano e Vagner Love. Técnico: Andrade.

Gols - Herrera (pênalti), aos 16, e Adriano, aos 21 minutos do primeiro tempo; Herrera, aos 9, e Adriano, aos 48 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Somália, Eduardo e Marcelo Cordeiro (Botafogo); Everton Silva, Willians, Álvaro e Toró (Flamengo).

Árbitro - Wagner Magalhães.

Renda - R$ 168.040,00.

Público - 6.707 pagantes.

Local - Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

por estadão.com

Comentários comentar agora ❯