21 Fevereiro 2011 - 05:54

Com algumas estreias no BA-VI, Bahia conquista vitória ressuscitadora

Romildo de Jesus
Bahia vence o rival e vai em busca de recuperação no Campeonato Baiano

Para diminuir a crise e serenar um pouco os ânimos exaltados, nada melhor que vencer um BA-VI na estreia de técnico novo dar esperança ao seu torcedor. O Bahia, agora sob o comando de Vagner Benazzi, bateu o Vitória por 2 a 0 na tarde deste domingo, em Pituaçu, pela oitava rodada do Campeonato Baiano.

A vitória ameniza a crise instalada no Tricolor de Aço, cuja torcida tentou invadir o CT na última sexta-feira - o gestor de futebol Paulo Angioni admitiu falha ao contratar atletas em excesso junto a grandes clubes do país.

No entanto, os gols de Marcone, aos 44 minutos do primeiro tempo, e Ávine, de pênalti, aos 28 do segundo, mantiveram o Tricolor Baiano na quinta posição no grupo 1 da competição, com dez pontos. Mesmo com a derrota, o Leão ainda lidera o grupo 2, com 14.

Os 14.149 torcedores - dos quais menos de dez mil pagaram ingresso - que compareceram a Pituaçu viram o Vitória terminar a partida com dois homens a menos. Uelliton e Neto Baiano deixaram o campo mais cedo.

Ambas as equipes voltam a campo pelo Campeonato Baiano no próximo domingo. O Tricolor de Aço, que conquistou apenas a terceira vitória na competição, visita o Fluminense de Feira de Santana. O Rubro-Negro, que sofreu a segunda derrota em oito jogos, recebe o Bahia de Feira no Barradão.

Estreias movimentam o clássico

O técnico Vagner Benazzi não foi o único estreante da tarde em Pituaçu. Também pelo lado tricolor, o meia Ramon, emprestado pelo CSKA (RUS), fez sua primeira partida. Do lado rubro-negro, o também meia Giovanni, que passou pelo Barcelona, fez sua estreia pelo Leão.

por Robson Lessa com informações lancepress

Comentários comentar agora ❯