16 Maio 2010 - 07:55

Vasco e Palmeiras realizam jogo de desconfiança das torcidas

Divulgação
Gaúcho e Antonio Carlos tem a desconfiança dos torcedores

Um time sem a confiança da torcida, que foi mal no Estadual e eliminado nas quartas de final da Copa do Brasil. A descrição é do Palmeiras, mas pode também ser muito bem usada para definir o Vasco, seu adversário de hoje, às 18h30, em São Januário.

Mas, enquanto a equipe carioca vai contar com Philippe Coutinho, seu melhor jogador, o Alviverde sentirá a ausência de Lincoln, o único atleta que vinha se destacando nos últimos jogos.

Antônio Carlos está fazendo o possível para tentar dar um padrão ao Palmeiras. Não consegue, e por um simples motivo: não tem elenco para isso. Perdeu Diego Souza e o meia Lincoln, que vinha se firmando como substituto, sofreu uma lesão na coxa direita. Está fora do jogo de hoje e pode desfalcar o time também no sábado, contra o Grêmio, no Palestra Itália. "Ele é um jogador diferenciado, e temos de achar alguém que faça a função dele", disse Antônio Carlos.

No Vasco, o descrédito também toma conta de seus torcedores em relação a campanha que o time de São Januário poderá desenvolver na série A desse Brasileiro.

Como não poderá contar com o "eterno" machucado Carlos Alberto, mais uma vez, pois o mesmo agora está se recuperando de uma tendinite no joelho direito e ainda não tem previsão para retornar à equipe, o técnico Gaúcho continua fervendo a cabeça para escalar seu time. Segundo o treinador, para o jogo de logo mais saem Dodô, Magno e Paulinho entrando Caíque, Léo Gago e Jumar.

Como ainda não tem um lateral-direito de ofício à disposição, já que Elder Granja e Fágner seguem machucados, Gaúcho foi obrigado a improvisar mais uma vez. No caso de Magno, a entrada de Léo Gago vai servir para liberar um pouco mais os avanços de Souza, considerado pelo comandante vascaíno com um dos atletas mais habilidosos do meio-campo.

 

por Robson Lessa com informações AE

Comentários comentar agora ❯