16 Maio 2010 - 07:32

No Morumbi, São Paulo vai com time misto diante do Botafogo

AE
Fernandão ficará no banco de reservas

O São Paulo, mais preocupado com a disputa da Taça Libertadores, quando enfrentará o Cruzeiro, na próxima quarta-feira, jogará nesse domingo, diante do Botafogo, com um time mesclado de titulares e reservas. O técnico Ricardo Gomes confirmou o que vinha fazendo nos últimos treinamentos e decidiu poupar seis titulares, nesse domingo.

Após estrear de forma brilhante, o atacante Fernandão ficará de fora do time no final de semana. Além dele, também não foram relacionados o atacante Dagoberto, o lateral-esquerdo Junior Cesar, o volante Rodrigo Souto e o meia Hernanes.

Dessa maneira, Ricardo Gomes relacionou jogadores que não vinham ganhando chances na equipe. Uma prova disso é o meia Sérgio Mota. Sem jogar há 14 jogos, o atleta, assim como o lateral-direito Adrian Gonzalez e o lateral-esquerdo Diogo, esse último, chamado pela primeira vez na temporada.

Outro que também ficará de fora é o zagueiro Miranda. O jogador ainda se recupera da morte da irmã, no domingo passado. Renato Silva, Xandão e Alex são os zagueiros relacionados para o confronto do Morumbi.

No Botafogo, a expectativa é em relação ao rendimento da promessa Caio, que sairá jogando desde o começo da partida. O atleta é um espécie de talismã para os botafoguenses. Sempre fica no banco e quando entra, sempre desequilibra. Joel Santana espera que hoje, jogandodesde o ínicio, o rendimento do jogador seja o mesmo. O jogador entrará no lugar do Loco Abreu, convocado para a Seleção do Uruguai.

Confirmado para atuar ao lado de Herrera diante do São Paulo, Caio sabe que tem uma grande oportunidade nas mãos. Durante a ausência de Abreu, poderá provar que o apelido talismã faz parte do passado e que é, realmente, um jogador capaz de ajudar a equipe durante os 90 minutos.

Outra novidade no alvi-negro carioca é o retorno do meia Lúcio Flávio. O treinador acha importante a volta do veterano jogador ao time titular. "O Lucio representa experiência. É um dos mais antigos do grupo e um liderança positiva em campo, assim como Jefferson, Leandro Guerreiro e Alessandro", observou o treinador.

 

por Robson Lessa

Comentários comentar agora ❯