02 Março 2010 - 09:06

Seleção faz último amistoso antes da convocação para Copa

GE
Descontraídos, jogadores esperam amistoso com a Irlanda

O Brasil entrará em campo logo mais, às 17h, para enfrentar a Irlanda no Emitares Stadium,, em Londres, para realizar seu último amistoso antes da convocação oficial dos jogadores para a Copa do Mundo, da África do Sul.

Para esse confronto, a dúvida do treinador Dunga é  no meio de campo canarinho, entre Elano e Ramires, devendo ser definida a equipe apenas alguns momentos antes da partida.

Os atletas ainda querem mostrar algo mais. Não há mais tempo. "A primeira coisa que mais nos preocupa é devolver os jogadores aos clubes inteiros, sem lesão", disse o treinador sobre o último amistoso antes da viagem para a África. "Dentro da partida é normal eu fazer um monte de substituições. Temos de pensar na Copa do Mundo. A cobrança está aí e temos de ganhar (o Mundial)".

A preocupação maior da comissão técnica da Seleção é em relação a se evitar contusões futuras, fato esse  que poderia comprometer a participação de alguns jogadores na Copa.

Com a ausência do artilheiro Luís Fabiano, Dunga já decidiu que o Imperador Adriano será o seu substituto, atuando ao lado de Robinho, outro que retorna ao time titular, ocupando o lugar que foi brilhantemente aproveitado por Nilmar.

Dunga comentou que apesar da partida ter pouca influência na definição dos 23 jogadores que vão ser convocados para a Copa do Mundo, ele espera empenho e uma boa atuação da seleção. Caso contrário, o treinador já imagina que não vai ter tranquilidade até a convocação final, em maio:

- Infelizmente, na seleção brasileira não tem como ser diferente. Tem que pensar no resultado, tem que ganhar. Eu não quero ficar três meses escutando vocês (jornalistas). Se ganhando eu já escuto, imagina então com um resultado negativo antes da Copa. Então tem que jogar para ganhar.

Na 37ª posição do ranking da Fifa de fevereiro, a Irlanda volta a campo após o polêmico jogo contra a França nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010. O empate por 1 a 1, em Paris, em novembro do ano passado, que tirou a Irlanda do Mundial, ficou marcado pelo gol de Gallas após o toque de mão de Thierry Henry no lance.

O Brasil está marcado na história dos irlandeses. Foi diante da seleção brasileira que a Irlanda sofreu a maior derrota de sua história: 7 a 0, em Uberlândia, em 1982.

 

por Robson Lessa

Comentários comentar agora ❯