22 Fevereiro 2020 - 12:24

Pequenos foliões ditam o ritmo em mais uma edição do Suquinho de Memória do APA

Divulgação
Crianças da Escola Pedro Barbosa Júnior fizeram a festa de ritmo, ludicidade e aprendizado

A alegria, a inquietude e as descobertas nas expressões das crianças tomaram conta das dependências do Arquivo Público de Alagoas (APA) em mais uma edição do Projeto Suquinho de Memória, versão infantil do tradicional Chá de Memória, realizado na quinta-feira (20) e promovido pelo APA, órgão vinculado ao Gabinete Civil do Estado.

Sob o ritmo do Carnaval e com o tema 'Mamãe Eu quero' - marchinha do alagoano Jararaca -, cerca de 60 crianças da Escola Municipal Pedro Barbosa Júnior brincaram, pularam e ainda aprenderam técnicas de conservação, restauração e higienização de livros e de cadernos, além de conhecerem as dependências do APA.

O Suquinho é direcionado a crianças de 3 e 10 anos de idade. O projeto tem apoio do programa do Governo de Alagoas Criança Alagoana (CRIA) e o objetivo é incentivar à ludicidade e à leitura no processo de formação das crianças. O projeto tem parceria ainda com o grupo de pesquisa Representações do Lugar (Relu) do curso de Arquitetura da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), que subsidiou material educativo usado pelas crianças.

Crianças da Escola Pedro Barbosa Júnior fizeram a festa de ritmo, ludicidade e aprendizado em mais uma edição do Projeto Suquinho de Memória, promovido pelo APA (André Palmeira)

E foi nesse ritmo de frevo, encantamento e descobertas que os olhos da menina Maria Beatriz da Silva, de 9 anos, brilhavam ao ver a "tia" Wilma Nóbrega, superintendente do Arquivo Público, ditar o ritmo de carnaval com as marchinhas de Jararaca para os pequenos foliões.

Já o menino Ruan Carlos, 9 anos, também aderiu à turma do gargarejo e de crianças levadas e ainda se esbaldou com as guloseimas ofertadas na hora do lanche. Foi um êxtase. "Foi um dia lindo para mim e para todas as crianças da minha escola ", resumiu o pequeno.

A vice-diretora da Escola Pedro Barbosa Júnior, Josielma Henrique, também era umas das mais animadas com o dia diferente proporcionado às crianças da unidade escolar. "O projeto Suquinho de Memória é muito bom, porque, além das brincadeiras naturais da idade, as crianças saem com um olhar mais cuidadoso com relação aos materiais que elas usam no dia a dia da rotina escola, é um processo educativo também. O Arquivo Público está de parabéns com este projeto", pontuou a vice-diretora.

"Mesmo com uma temática carnavalesca como gancho, nosso objetivo foi cumprido. Mostramos que o Arquivo Público é de todas as idades e que todo mundo está convidado a conhecer sua história, a história de suas origens, seus valores culturais já de pequeno", ressaltou a superintendente do APA, Wilma Nóbrega.

  

por Agência Alagoas

Comentários comentar agora ❯