24 Abril 2010 - 22:08

Presidente Lula vai agilizar a liberação de R$ 26 milhões para Aracaju

Agência Sergipe

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva informou ao governador Marcelo Déda que, já na próxima semana, analisará o projeto de macrodrenagem da zona de expansão de Aracaju. A iniciativa presidencial visa agilizar a liberação dos R$ 26 milhões destinados ao projeto de combate às enchentes. O sinal positivo do presidente veio durante audiência na noite de sexta, 23, em Brasília.

Para assegurar a rapidez do desembolso, Lula telefonou para o ministro das Cidades, Marcio Fortes, ainda durante o encontro com o governador na Presidência da República. “Trata-se de obra fundamental para reduzir os riscos de inundação naquela área”, justificou Déda.

Solidariedade

Durante a reunião, o presidente solidarizou-se com o povo sergipano, fustigado pelas fortes chuvas na semana anterior. Mas, ao mesmo tempo, “ficou feliz, já que ninguém havia morrido. Ao mesmo tempo, o presidente parabenizou os trabalhos de prevenção às cheias realizados pelo Governo de Sergipe”.

O governador fez questão de justificar a ausência do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, à audiência, ao explicar que o mandatário municipal viajara ao Rio de Janeiro representando o município. Na capital fluminense, Aracaju receberia homenagem do Conselho Federal de Medicina pela excelência dos serviços públicos municipais em saúde bucal.

Além dos recursos para prevenção de cheias em Aracaju, o presidente da República comprometeu-se a conversar com o titular do Ministério da Integração Nacional, João Santana, e averiguar a possibilidade de reforçar os recursos para obras de prevenção às enchentes no estado.

Preocupação

Para o governador, mesmo com os R$ 30 milhões já assegurados para Sergipe, há ainda necessidade de mais verbas. “Manifestei ao presidente a necessidade de reforçar estes recursos, em especial aqueles destinados às obras de prevenção às cheias”, relatou Déda. Três municípios - Aracaju, Laranjeiras e Maruim -, com histórico muito grande de enchentes, foram apontados pelo governador como destinatários prioritários de novos recursos.

A pronta colaboração presidencial aos pleitos sergipanos veio logo depois que o governador relatou os danos provocados pelas chuvas no estado, há uma semana. “Informei ao presidente Lula a intensidade das chuvas, num volume de precipitação muito superior à média esperada. Manifestei, principalmente, minha preocupação face aos estragos provocados pelas chuvas, especialmente o elevado número de desabrigados e desalojados”, lamentou o governador.

Ulices Andrade, presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, e Pedro Lopes, representante do estado em Brasília, acompanharam o governador durante a audiência com o presidente.

 

por Agência Sergipe

AquiAcontece.com.br © 2016 - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do AquiAcontece.com.br.