12 Novembro 2009 - 11:38

Câmara promove 6ª Edição do Parlamento Jovem

Nesta semana, sessenta e oito jovens estudantes secundaristas com idades entre 16 e 22 anos, participam da Sexta Edição do Parlamento Jovem Brasileiro. Regulado pelo Ato da Mesa n.º 49/04 e pela Resolução 12/03 da Câmara dos Deputados, o programa permite que estes jovens vivam por uma semana um verdadeiro RPG (role-playing game), ou "jogo de interpretação de personagens", como deputados federais. A simulação tem como objetivo possibilitar aos alunos do terceiro ano do ensino médio de escolas públicas e particulares de todo o país a vivência do processo democrático, mediante a participação em uma jornada parlamentar na Câmara dos Deputados.

Em uma sessão solene, realizada na manhã de terça-feira (10 de novembro), os 68 representantes, pré-selecionados pelas secretarias de educação dos respectivos estados, tomaram posse e até quinta-feira (12) debaterão e votarão os projetos por eles mesmos apresentados nas comissões temáticas. O número de deputados jovens também respeita a proporcionalidade das bancadas dos Estados na Câmara federal. Na sexta-feira (13), o programa termina com a votação simulada dos projetos aprovados nas comissões, em uma sessão plenária do Parlamento Jovem.

E-democracia

Nesta quinta-feira (12), os estudantes participarão de um palestra intitulada, "A Participação do Jovem na Política", apresentada por Amaury Campos, estudante escolhido pela importante colaboração no fórum de discussão sobre o Estatuto da Juventude, no Portal e-Democracia (
www.edemocracia.gov.br). Constam do programa palestras sobre Processo Legislativo, Adequação Orçamentária e Financeira e sobre o Papel Institucional da Câmara dos Deputados, além de uma visita guiada pelo Palácio do Congresso Nacional

O Parlamento Jovem reúne anualmente até 79 jovens representantes entre jovens secundaristas que apresentam às próprias escolas projetos de lei nas áreas de Agricultura e Meio-Ambiente, Saúde e Segurança Pública, Economia, Emprego e Defesa do Consumidor e Educação, Cultura, Esporte e Turismo. Os estudantes devem ter entre 16 e 22 anos e estar regularmente matriculados no 3º ano do nível médio. Os melhores projetos encaminhados pelas secretarias estaduais de educação são selecionados por uma comissão técnica da Câmara dos Deputados. Os autores dos projetos são então chamados para participar da jornada com as despesas de estada e de transporte pagas pela Casa.

por Assessoria de Imprensa

Comentários comentar agora ❯