26 Agosto 2009 - 16:31

Matadouro de Igreja Nova atenderá municípios vizinhos

PC - Penedo FM
Matadouro Municipal de Penedo

A novela da completa interdição do Matadouro Público de Penedo teve mais um capítulo nesta terça-feira (25), quando técnicos da Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas – ADEAL, se reuniram com membros do Ministério Público Estadual e o prefeito Alexandre Toledo na sede do governo municipal, para discutir a possibilidade de uma possível adequação enquanto o município não providencia a construção de um novo matadouro para o abate dos animais em Penedo.

Em entrevista concedida na manhã desta quarta (26), à Rádio Penedo FM, o Promotor de Justiça, José Carlos Castro, informou que durante a reunião que aconteceu no gabinete do prefeito de Penedo, ficou constatado que o matadouro de Igreja Nova, local indicado para atender a demanda dos municípios de Penedo, Piaçabuçu, Porto Real do Colégio, Feliz deserto e São Brás, não oferecem estrutura para atender a todas essas cidades.

A promotora Dalva Tenório que está acompanhando o problema de funcionamento dos matadouros em todo Estado de Alagoas, já participou de uma reunião junto com o prefeito de Penedo e mais quatro gestores da região e relatou na oportunidade a dificuldade que está encontrando, falando também da problemática que se repete nos municípios. Ela ainda se colocou a disposição de acordar com os gestores um plano que seja imediato para o problema dos matadouros que se arrasta a um longo tempo.

O promotor José Carlos informou que a Prefeitura de Penedo, através da Secretaria de Agricultura já havia pedido um tempo para que pudesse fazer algumas obras reparatórias e também adquirir equipamentos necessários ao abate dos animais bovinos e suínos que acontecem nos finais de semana. No entanto o MP ainda assim resolveu interditar o matadouro, entendo que o local não oferece condições adequadas para o abate dos animais, além de se encontrar numa área urbana que impossibilita totalmente o seu funcionamento.

Nesta última reunião ficou estabelecido que a ADEAL e o IMA vão apresentar um relatório sobre o matadouro de Igreja Nova, onde conste todos os elementos técnicos necessários para que a partir de então seja marcada um novo encontro com os prefeitos a fim de resolver definitivamente o impasse.

 

por Rafael Medeiros

Comentários comentar agora ❯