25 Novembro 2010 - 10:13

Alagoas comemora Dia Mundial de Combate a Violência Contra a Mulher

Tércio Cappello
Marluce Caldas enfatiza a constante luta pelos direitos da mulher

No Dia Mundial de Combate a Violência Contra a Mulher, a Secretaria de Estado da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos comemora a data, nesta quinta-feira, 25, com a distribuição de material informativo, a partir das 10h, no Centro de Maceió.

Servidores da secretaria estão com um estende armado em frente ao antigo prédio do Produban até as 16h. A ação contará também com a presença dos profissionais do Centro de Apoio às Vítimas de Crime (CAV Crime) - programa executado pela Secretaria de Estado da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos.

"A realização desta campanha de mobilização tem o objetivo de sensibilizar e mobilizar mulheres e homens no engajamento pelo fim da violência contra a mulher", destacou a secretária de Estado da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos, Marluce Caldas.

Além de panfletos, cartazes e cartilhas da Lei Maria da Penha, também serão distribuídos pequenos laços brancos que simbolizam uma outra mobilização mundial de combate a violência contra a mulher que foi criada, na década de 80, por um grupo de homens canadenses.

O Laço Branco - No dia 6 de dezembro de 1989, um rapaz de 25 anos (Marc Lepine) invadiu uma sala de aula da Escola Politécnica, na Cidade de Montreal, no Canadá. O jovem ordenou que os 48 homens estudantes se retirassem da sala, permanecendo somente as mulheres. Gritando “vocês são todas feministas”, ele assassinou 14 mulheres. Em seguida, cometeu suicídio.

O crime mobilizou a opinião pública nacional. Assim, um grupo de homens do Canadá decidiu organizar-se para mostrar que também existia uma classe masculina contra esse tipo de violência. Eles elegeram o laço branco como símbolo e adotaram o lema: jamais cometer ato violento contra as mulheres e não fechar os olhos diante dessa violência.

 

por Agência Alagoas

Comentários comentar agora ❯