23 Janeiro 2018 - 19:33

Rodovia de acesso à Mata Limpa começa a ser construída pelo governo do estado

Moradores do povoado Mata Limpa, na zona rural de Lagoa da Canoa, acordaram, na manhã desta terça-feira (23), ainda com a sensação de que não haviam despertado. De dentro das casas singelas, por entre janelas e frestas das portas, enxergaram a cena onírica: máquinas e homens na velha estrada de barro, que começava, enfim, a ser pavimentada. Seria um sonho?

"É um sonho, mas que está se tornando realidade", atesta o aposentado Tarcísio da Rocha Soares, 70 anos, que saiu de casa para ver de perto a transformação.

"Desde pequena ouço falar nessa pista. Era um sonho nosso. Agora vamos tê-la, graças a Deus", enfatiza a agricultora Fátima de Oliveira Santos, 49, que trabalha na casa de farinha do povoado Mata Limpa.

A materialização do sonho maior dos moradores de Mata Limpa e de outros dois povoados (Capim e Pau D'Árco), na zona rural de Lagoa da Canoa, veio com a assinatura, na manhã desta terça-feira, da ordem de serviço para implantação da rodovia, sobretudo porque as obras tiveram início no mesmo dia em que os serviços foram autorizados, prática pouco comum nos governos anteriores.

"Trata-se de uma obra planejada por nós há muito tempo, com um projeto muito bem feito, desenvolvido ao longo dos últimos dois anos. Foi uma promessa nossa ao povo de Lagoa da Canoa, que hoje tenho a felicidade de estar aqui para lançar", afirmou o governador Renan Filho.

Na praça central do povoado Mata Limpa, o governador e o secretário de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, assinaram a ordem de serviço. "Só assinamos a ordem de serviço com a obra rodando, sendo executada. Tem sido assim, sempre", observou Renan Filho.

A obra em Lagoa da Canoa está orçada em R$ 4,7 milhões e amplia as ações do Pró-Estrada no Agreste do Estado. O Programa já atua em mais de 60 municípios alagoanos, com cerca de 800 km de rodovias implantadas, vias urbanas pavimentadas, acessos e estradas reconstruídas.

"Essa é a primeira obra do Pró-Estrada lançada este ano e nós começamos com o pé direito. Dentro de três meses deixaremos essa rodovia prontinha para todos vocês", garantiu Mosart Amaral, durante a solenidade no povoado Mata Limpa.

No total, serão 6,7 quilômetros de implantação e pavimentação asfáltica, que vão do entroncamento da rodovia AL-115 até Mata Limpa. A obra de construção e pavimentação asfáltica beneficiará mais de 18 mil moradores do município de Lagoa da Canoa, que ganharão mais mobilidade nos deslocamentos.

"Essa estrada vai melhorar até a nossa segurança. No barro, na buraqueira, já fui assaltado duas vezes", recorda o vendedor de madeira João da Silva, 65, mais conhecido como Neto.

Fátima de Oliveira afirma que a rodovia vai beneficiar, diretamente, as 20 famílias que trabalham na Casa de Farinha de Mata Limpa, onde são processadas de duas a cinco toneladas de mandioca por semana. A obra facilitará o escoamento da produção.

"Essa é uma das regiões mais produtivas do Agreste alagoano, a exemplo da Mata Limpa, grande produtora de mandioca. Trata-se de uma área ocupada por pequenas propriedades com grande densidade demográfica", descreveu o governador.

Ele lembrou que uma série de obras está sendo tocada no Agreste, que fazem a região avançar. Junto com o prefeito de Girau do Ponciano, David Barros, e o secretário Mosart Amaral, o governador visitou a obra de pavimentação da rodovia de acesso ao povoado de Canafístula do Cipriano, neste município. Serão implantados cerca de 5 km de asfalto.

"O município de Girau é tipicamente agrícola e necessita muito dessa estrada para escoar a produção e melhorar o bem-estar de toda a população", afirmou o prefeito David Barros.

Outra obra visitada foi a recuperação asfáltica de 48 km da AL-115, do entroncamento com a BR-101 passando por Olho D'Água Grande, Campo Grande, Girau do Ponciano e chegando a Arapiraca.

"Vamos lançar, na próxima sexta-feira (26), outra grande obra, que é a duplicação de São Miguel dos Campos a Arapiraca, que vai mudar a cara do Agreste alagoano e consolidar essa região como protagonista do nosso desenvolvimento", afirmou Renan Filho.

por Assessoria

Comentários comentar agora ❯