20 Abril 2017 - 09:33

Número de turistas estrangeiros em AL cresce 34% após voo Maceió–Buenos Aires

Dados do Ministério do Turismo (Mtur) revelam que 6,6 milhões de visitantes estrangeiros chegaram ao Brasil em 2016, o que representou um aumento de 4,3% em relação a 2015. No total, eles movimentaram US$ 6 bilhões na economia nacional, o equivalente a R$ 18 bilhões. A arrecadação foi 3% maior que no ano anterior. Em 2016, Alagoas recebeu mais de 37 mil visitantes estrangeiros, crescendo 34%.

De acordo com Anuário Estatístico do Mtur, o continente Sul-Americano foi responsável por 56,7% dos turistas estrangeiros, enviando 3,7 milhões de visitantes ao Brasil. A Argentina encabeçou essa lista, mandando mais de 2,3 milhões entre janeiro e dezembro, 10% a mais que em 2015. Ano passado, Alagoas recebeu mais de 16 mil turistas argentinos, principal mercado emissor internacional para o Estado, segundo levantamento da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur).

“Os bons números só comprovam que estamos no caminho certo, mas queremos ainda mais. Estamos investindo fortemente na melhoria da infraestrutura turística e qualificação profissional para recebermos cada vez melhor esses turistas. Nossa meta é colocar o Brasil em definitivo na prateleira dos grandes destinos mundiais e para isso devemos lançar em breve um conjunto de medidas para impulsionar a atividade no país”, avaliou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Segundo o superintendente de Turismo da Sedetur, Paulo Kugelmas, o mercado internacional, sobretudo a Argentina, tem sido importante para o desenvolvimento do segmento na região.

“O continente Sul-Americano é um relevante mercado emissor de turistas para o Estado, representando mais de 43% dos visitantes estrangeiros que vêm para cá. É um emissor que merece uma atenção especial. Para isso, estamos articulando medidas para aquecer o mercado, em conjunto com Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-AL)”, avalia Kugelmas.

Promoção de destino
Desde março de 2016, Alagoas possui em sua malha um voo semanal vindo de Buenos Aires (ARG), com capacidade de 177 passageiros. Foram promovidas ainda capacitações e FamTours para agentes de viagem da América do Sul, além da promoção do destino em feiras internacionais, onde foram divulgados os atrativos e firmadas importantes parcerias.

Para o diretor do Maceió Mar Hotel e diretor financeiro da ABIH-AL, Milton Vasconcelos, esses resultados são um reflexo do trabalho conjunto entre Governo e iniciativa privada.

“Os resultados obtidos refletem a união do setor público com o trade turístico. A prospecção de voos internacionais é crucial para este momento, já que facilita a vinda dos estrangeiros. O cenário financeiro e a cotação do dólar favorável também contribuem positivamente para a chegada dos turistas, pois o preço e o fato de ser um voo direto diminuem o custeio e o tempo de viagem”, afirmou Milton Vasconcelos.

Os turistas Carlos Clavel e Andréa Campos vieram da cidade de Córdoba, Argentina, e escolheram Alagoas para comemorar os seus 25 anos de casados com outros nove membros da família.

“Uma data tão especial merece ser comemorada em um lugar único. Viemos para Alagoas com toda a família e estamos encantados. A gastronomia, as praias e principalmente a hospitalidade dos alagoanos nos cativaram. Pretendemos voltar o mais breve possível”, disse Andréa Campos.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Helder Lima, explica que, além do trabalho promocional realizado pelo Governo do Estado para atrair visitantes, uma nova política pública foi determinante para a alteração dos indicadores relativos aos desembarques de turistas estrangeiros.


“O combustível representa cerca de 35% do custo de um voo, isso significa que a distribuição de voos pelo país está relacionada ao valor dos custos para o abastecimento das aeronaves. Aqui em Alagoas nós reduzimos de 17% para 12% a alíquota do ICMS cobrado sobre o querosene de aviação e, a partir disso, conseguimos atrair novos voos para o Estado, a exemplo do voo Maceió/Buenos Aires. Como aproximadamente 80% dos nossos turistas chegam de avião, o aumento de voos tem um impacto enorme do aumento de turistas”, explica Lima.

Apenas durante a alta temporada, que compreende os meses de dezembro, janeiro e fevereiro, 2.800 passageiros desembarcaram no voo Maceió/ Buenos Aires. Além dele, também foi prospectado um fretamento oriundo da cidade Córdoba (ARG), com capacidade de 165 lugares, que operou entre os dias 8 de janeiro e 12 de março e trouxe mais de 1.800 visitantes ao Estado. Recentemente, o Governo do Estado iniciou as negociações para atrair um novo voo internacional para o Estado, que deverá ser anunciado no segundo semestre.
 

por Agência Alagoas

Comentários comentar agora ❯