16 Agosto 2009 - 08:02

Educação deflagra nova greve nesta segunda

Divulgação

As negociações entre o governo do Estado e o Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sinteal) devem endurecer a partir desta semana. É que amanhã mais de dez mil professores da rede pública estadual cruzam os braços e fecham as escolas no Estado, líder em todos os índices negativos da Educação.

É a quarta greve na gestão do governador Teotonio Vilela Filho (PSDB). Sem dinheiro para dar 15% de aumento nos salários dos professores, o secretário de Educação e Esportes, Rogério Teófilo, aposta em um plano de Educação, com a promessa de investir R$ 200 milhões, verba do Ministério da Educação (MEC) e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) para Alagoas.

Afora isso, o plano “B” do governo confia apenas na força do “amor e carinho”, uma estratégia de sensibilização que nem os professores confiam mais. “Nas grandes dificuldades, encontramos bons caminhos para resolver o problema da sociedade”, diz Teófilo.

por Com informações de O Jornal

Comentários comentar agora ❯