12 Junho 2018 - 10:30

IML de Arapiraca conclui exame em crânio encontrado em Piaçabuçu

Assessoria
Material ficará custodiado na unidade aguardando identificação

A equipe do Instituto de Medicina Legal de Arapiraca concluiu o exame de antropologia forense realizado no crânio encontrado no último domingo (10) na praia do Peba, município de Piaçabuçu. O material ósseo é humano e ficará a disposição para exames complementares de identificação.

Segundo o perito médico legista, Dr. José Claudio Buarque de Gusmão e a técnica forense Leandra Suely Neves que realizaram o exame, o resultado da análise foi inconclusivo para sexo e idade aproximada. Mas, devido à solidificação das saturas cranianas pode-se afirmar que se trata de um crânio de adulto.

Sobre os objetos metálicos encontrados nas laterais, eles explicaram que se trata de um suporte para fixar a mandíbula ao crânio. Esse tipo de material é utilizado para exposição para estudos antropológicos do esqueleto humano.

O crânio, que não apresenta marcas de projétil de arma de fogo ou sinais de outro tipo de violência, ficará custodiado no IML de Arapiraca, aguardando o resultado de possíveis exames de identificação. Até o momento, a unidade não recebeu nenhuma solicitação para exame de DNA. 

Assim que o crânio foi localizado no último domingo na praia do Pontal do Peba, em Piaçabuçu, a polícia informou para a imprensa que a ossada poderia pertencer a jovem de Penedo Roberta Dias, que foi sequestrada e assassinada em abril de 2012.

Essa possibilidade foi levantada por que em um diálogo que foi gravado e, posteriormente, periciado pela Polícia Federal, aparecem dois jovens falando sobre o caso e, nessa conversa, um dos indivíduos confessa que matou a penedense com a ajuda do pai do filho que ela esperava e que o corpo tinha sido enterrado em um terreno situado entre o Pontal do Peba e Feliz Deserto, justamente onde o crânio foi encontrado.
 

por Redação com Assessoria

Comentários comentar agora ❯