10 Agosto 2017 - 10:43

Estudantes usam robótica para melhorar vida das pessoas

Valdir Rocha
Alunos da Escola Francisco leão, de rio Largo, criaram um protótipo de resgate de vítimas de acidentes e deslizamentos

Imagine poder resgatar vítimas de acidentes ou soterradas por deslizamentos, portar uma bengala inteligente que ajuda deficientes visuais a identificar obstáculos ou estudar em uma escola com energia automatizada. Ou mesmo poder alimentar seu animal de estimação com um sistema automático que libera ração. Essas são algumas das propostas apresentadas na segunda edição da Mostra de Robótica, uma das atrações do Encontro Estudantil da Rede Pública Estadual, e que acontece até esta quinta-feira (10), no Ginásio do CDR, no Cepa.

Ao todo, 30 trabalhos de 30 escolas estaduais estão expostos naquela que promete ser uma das mais acirradas competições do Encontro Estudantil. São projetos que primam pela criatividade, inovação, sustentabilidade, e, principalmente, pelo interesse em ajudar o próximo.

“Tivemos cinco trabalhos a mais do que em 2016 e, nesta edição, percebemos uma evolução no quesito de programação e também uma maior aplicação prática dos projetos, que propõem soluções para problemas de nosso cotidiano”, avalia o professor Ronaldo Cristiano, coordenador da Mostra de Robótica.
 

por Agência Alagoas

Comentários comentar agora ❯