06 Novembro 2018 - 10:08

MPT realiza mediação para definir negociação coletiva de enfermeiros em Alagoas

O Ministério Público do Trabalho (MPT) mediou, na manhã desta terça-feira, 30, um acordo para concluir o processo de negociação coletiva dos enfermeiros profissionais do estado. A mediação foi solicitada pelo Sindicato dos Enfermeiros de Alagoas (Sineal), após tentativa de negociação junto ao Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde, o Sindhospital.

Na pauta de reivindicações, o Sineal busca o reajuste salarial para os enfermeiros, a definição de carga horária máxima de 30 e 40 horas, o percentual de reajuste para Organizações Sociais (referente à empresa contratante), além de progressão salarial por titulação. O sindicato relata perdas salariais desde janeiro de 2018 – data-base da categoria.

As reivindicações fazem parte do pedido de mediação encaminhado ao MPT, em setembro deste ano. Segundo o diretor do Sineal, Rildo Bezerra, a expectativa é que o Sindhospital entenda as necessidades da categoria, para que a enfermagem alagoana possa cuidar do seu usuário com mais dedicação.

Após ampla discussão, o procurador do MPT Rodrigo Alencar deliberou que o Sindicato dos Enfermeiros apresente ao Sindhospital, no prazo de cinco dias, sua proposta final para as cláusulas que ainda travam a conclusão do processo de negociação coletiva. Já o sindicato dos hospitais tem até o dia 19 de novembro para apresentar sua posição sobre as propostas do sindicato obreiro.

por Assessoria

Comentários comentar agora ❯