05 Fevereiro 2010 - 10:36

Incra negocia desocupação em Arapiraca

O superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Gilberto Coutinho, está negociando com lideranças dos trabalhadores rurais sem terra a desocupação pacífica da área da Estação de Pesquisa Agropecuária de Alagoas (Epeal), em Arapiraca.

O imóvel, de propriedade do governo do Estado, foi ocupado há oito anos por cerca de 70 famílias de trabalhadores rurais.

Gilberto Coutinho disse que o Incra já está avaliando uma nova área para ser adquirida e transformada em assentamento no município.

"Vistoriamos algumas propriedades rurais e pretendemos apresentar o projeto às lideranças do movimento, para, em seguida, criarmos as condições necessárias de investimento em infraestrutura, com a construção de casas e disponibilização de recursos para a atividade agrícola", revelou.

Além da criação do assentamento e da desocupação pacífica da área da Epeal, o superintendente disse que outras ações serão realizadas no Agreste.

Coutinho adiantou que o Incra vai criar centros de distribuição de alimentos na região.

"A maior parte dos municípios do Agreste apresenta uma reforma agrária natural, com a difusão da agricultura familiar. Pretendemos estimular o plantio e a compra dos produtos agrícolas nos assentamentos para destinar os alimentos e reforçar a merenda escolar nos municípios", afirmou o superintendente.
 

por Incra

Comentários comentar agora ❯