05 Fevereiro 2010 - 13:00

Fórum planeja ações contra violência junto à comunidade

O Fórum Permanente pela Vida e pela Paz (Forvida), com o apoio da Secretaria de Estado do Planejamento e do Orçamento (Seplan), está promovendo cursos de elaboração de projetos sociais voltados à conscientização da sociedade para a prevenção da violência em Alagoas.

A ação vem acontecendo desde o dia 2 deste mês, na sala dos Conselhos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AL), e tem como objetivo capacitar e orientar representantes de comunidades residentes em bairros com alto índice de criminalidade. Ao todo foram disponibilizadas 45 vagas, distribuídas entre as entidades e grupos ligados à questão.

A primeira etapa do curso aborda a Elaboração de Projetos Comunitários na Prevenção da Violência. As aulas são práticas e teóricas, e conta com a formação de grupos de discussão, que posteriormente, serão responsáveis pela construção de um plano de trabalho a ser executado nas comunidades participantes.

Segundo a psicóloga do Forvida, Sara Fonseca, o curso tem a participação efetiva de várias entidades e grupos que trabalham a questão da violência no Estado, proporcionando uma discussão sobre a dependência química dos jovens, considerados vulneráveis à criminalidade. “Enquanto tivermos força e capacidade, faremos o possível para defendermos essa luta pela vida”, diz a psicóloga.

A iniciativa reúne membros das comunidades do Benedito Bentes, Jacintinho, Vergel, Ponta Grossa, além dos grupos filantrópicos como o Própaz, Amor Exigente, Quintal Cultural e as Associações Católicas. A novidade é a inclusão dos municípios de Coruripe, Arapiraca, Paripueira e Marechal Deodoro.

Forvida - O Forvida foi criado em maio de 2008 e busca através do convênio firmado com a Seplan/AL dar continuidade a um trabalho de conscientização cidadã para reduzir o índice de homicídios no estado incentivando a promoção de Caminhadas pela Paz e oficinas educativas em bairros carentes.

Segundo o diretor de Apoio ao Desenvolvimento Regional e Local, Juan Priegue, as iniciativas do Forvida tratam da promoção de um encontro para a mobilização cidadã em defesa da vida de todas as pessoas. “É importante promover uma Cultura Cidadã que fortaleça valores essenciais como a honestidade, a solidariedade e o respeito à vida. Colocamos a nossa modesta capacidade e enorme vontade para nos articular com todas as pessoas e instituições na procura desses objetivos”, salienta Priegue.

Além da sociedade civil, estão envolvidos nas ações do Forvida os órgãos que desenvolvem trabalhos com a juventude e atividades ligadas a arte e a cultura em Alagoas. São parceiros a Secretaria Especial de Promoção da Paz, a Federação da Indústria, a OAB, as Secretarias de Estado da Mulher, do Planejamento e do Orçamento, da Defesa Social, a Secretaria Municipal da Saúde de Maceió, a Polícia Militar e o Instituto Vila Flor.

Durante a segunda etapa dos trabalhos, que acontece no período de 22 a 26 de fevereiro, das 8h às 12h, na sala dos Conselhos da OAB, será trabalhada a temática Elaboração de Projetos Sociais e Captação de Recursos.

“É importante esse envolvimento da comunidade para que tenhamos resultados significativos. Temos a consciência de que não iremos resolver todos os problemas relativos à violência, mas por outro lado, sabemos que precisamos nos movimentar para que possamos minimizar os reflexos provocados por ela”, conclui Juan Priegue.

por Agência Alagoas

Comentários comentar agora ❯