21 Setembro 2021 - 18:29

Secretaria de Estado da Saúde realiza Encontro Estadual de Vigilância Epidemiológica Hospitalar

Flávia Pacheco
Primeiro Encontro Estadual de Vigilância Epidemiológica Hospitalar

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realizou nesta segunda-feira, 20, o primeiro Encontro Estadual de Vigilância Epidemiológica Hospitalar para gestores e profissionais da Vigilância Epidemiológica Hospitalar, no espaço de qualificação da Funesa. O evento aconteceu nos turnos da manhã e da tarde, contou com a presença de aproximadamente 40 pessoas, mantendo todas as medidas de segurança recomendados em relação à prevenção contra a Covid-19.

“É o primeiro encontro do estado com as pessoas que trabalham no hospital, profissionais importantes para a vigilância epidemiológica. É por meio das notificações que eles fazem que temos alertas sobre o que pode acontecer em relação à doenças e agravos como, por exemplo, dengue, sarampo etc. Hoje, a gente reforçou a importância do trabalho em rede, através do Renave Rede Nacional de Vigilância Epidemiológica (Renave) e mostrou como a notificação com agilidade podem gerar, também, ações rápidas que protejam a população”, explicou Sheyla Maria Teixeira Lima, responsável pela Vigilância Epidemiológica Hospitalar Estadual.

O evento também contou com a presença de Guilherme Almeida Elídio, ponto focal da Rede Nacional de Vigilância Hospitalar no Ministério da Saúde (MS), ele complementou informando que a ação realizada em parceria da SES com a Funesa, tem o objetivo de reunir os profissionais que atuam com vigilância epidemiológica hospitalar, profissionais que atuam nas secretarias municipais e estadual de saúde.

“ Desse modo, conseguimos fazer uma harmonização e atualização das rotinas de trabalho para tentarmos fortalecer a vigilância epidemiológica que é realizada nos hospitais. A gente fez uma apresentação no início da manhã sobre a reestruturação da Renave, que faz a coordenação de todos os núcleos hospitalares de epidemiologia que são vinculados ao Ministério da Saúde. O que esperamos é poder padronizar a resposta ao trabalho que é feito e o monitoramento de emergências de saúde pública, com isso, almejamos obter respostas mais alinhadas, imediatas e coordenadas. Esses núcleos fazem a gestão de emergência em saúde pública, se você tiver uma emergência eles que vão responder, então, queremos que eles respondam oportunamente e imediatamente”, ressalta o representante do MS.

Para Thiago Valença, diretor do núcleo de vigilância epidemiológica do município de Lagarto, o encontro é um evento importante no âmbito da saúde pública, sobretudo, por dar visibilidade às ações de vigilância epidemiológica. “É uma forma de qualificar os serviços em âmbito hospitalar e municipal. É um fortalecimento nas ações de prevenção e promoção da saúde. A notificação compulsória já é trabalhada há muitos anos no serviço de saúde e dentro das unidades hospitalares, como esse projeto da rede nacional, vem aprimorar o serviço e dar visibilidade aos profissionais que fazem essas atividades”, salienta.    

por Agência Sergipe

Comentários comentar agora ❯