27 Outubro 2020 - 14:55

Prefeitura de Penedo investe mais de 21% de recursos próprios em Saúde

Assessoria
Gestão do Prefeito Marcius Beltrão ultrapassa percentual exigido pela União

Todo município brasileiro é obrigado a destinar pelo menos 15% de sua arrecadação para a área da saúde, conforme estabelece a Constituição Federal. Em Penedo, o governo do Prefeito Marcius Beltrão investe 21% dos recursos do município no setor, compromisso que gera resultados extremamente positivos para a população.

Até 2013, a falta de respeito com a população gerava a formação de filas para marcação de exames e procedimentos. Pernoitar na área externa da antiga sede da Secretaria Municipal de Saúde era comum para se tentar assegurar o direito.

Foi preciso o retorno de um governo que respeita o povo para resgatar a dignidade dos penedenses. Hoje, o Laboratório Municipal tem capacidade para realizar 290 mil exames por ano, número muito superior aos cinco mil anuais que realizada antes, só para citar apenas um exemplo de como Penedo avançou nos últimos oito anos.

Salto de qualidade

O salto de qualidade na assistência à população foi destacado pelo Secretário Municipal de Saúde, Marcos Beltrão, durante prestação de contas da pasta na Câmara de Vereadores, realizada em forma de audiência pública na quinta-feira, 22.

As informações consolidadas pelo Ministério da Saúde mostram o alcance de praticamente todas as metas estabelecidas pelo governo federal, algumas delas até ultrapassadas por conta do empenho das equipes de trabalho, a quem o gestor agradeceu a dedicação.

Comprometimento

O comprometimento do pessoal e da gestão com o povo tornou Penedo referência positiva, seja por conta dos serviços prestados na UPA, no Centro de Diagnóstico, na Unidade de Referência em Síndromes Gripais e também na rede básica de atenção.

A criação do Conisul por Marcius Beltrão também é um marco diferencial que possibilita a compra de remédios, insumos, equipamentos e serviços por preço mais conta. O consórcio fundado em 2013, com onze municípios do Litoral Sul e do Baixo São Francisco, atende atualmente 57 cidades alagoanas, ou seja, mais da metade dos municípios do estado.

Sobre as dificuldades, além de todos os problemas causados pela pandemia da Covid-19, o Secretário de Saúde de Penedo relaciona a rotatividade de médicos para trabalhar na rede básica e a demanda reprimida para consulta com especialistas.

Ampliação

Marcos Beltrão respondeu a questionamentos dos vereadores e agradeceu a autorização do Poder Legislativo para a compra do antigo Hospital Semep pela Prefeitura de Penedo. O imóvel a ser adquirido por valor bem abaixo do mercado será utilizado para ampliar a rede de atendimento, melhorando ainda mais a assistência à população. 

por Assessoria

AquiAcontece.com.br © 2016 - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do AquiAcontece.com.br.