25 Fevereiro 2021 - 23:16

Governo assina ordem de serviço para reforma de casas em três grotas de Maceió nesta sexta (26)

Márcio Ferreira/Arquivo
A iniciativa irá beneficiar 675 unidades habitacionais nas Grotas do Rafael, Antares e Alto de Ipioca

As obras de melhorias habitacionais pertencentes ao programa Vida Nova nas Grotas ganham um novo capítulo. O governador Renan Filho e o secretário de Estado da Infraestrutura, Maurício Quintella, assinam, nesta sexta-feira (26), às 10h, na Grota do Rafael, em Cruz das Almas (atrás da Unit), a ordem de serviço para o início das obras de reforma em 675 unidades habitacionais nas Grotas do Rafael, Antares e Alto de Ipioca.

As obras nas três grotas, executadas pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), beneficiarão cerca de três mil pessoas e contam com um investimento total de cerca de R$ 4,4 milhões oriundos do Fundo de Combate e Errdicação da Pobreza (Fecoep).

Nessa etapa, a equipe do CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo) está à frente do levantamento da Grota do Antares. Isso porque a Seinfra e o Conselho firmaram uma parceria no final de 2018 para reforçar a equipe técnica da Secretaria, permitindo mais agilidade no levantamento das Grotas e aperfeiçoando metodologia utilizada.

O programa

O Vida Nova nas Grotas é um programa do Governo do Estado de Alagoas em parceria com a Organização das Nações Unidas para assentamentos urbanos (ONU-Habitat). A Seinfra participa do projeto implementando ações de melhorias em habitações de situação precária nas grotas de Maceió. Entre as melhorias, estão reparos nos telhados, banheiro, cozinha, reboco e piso das casas.

As melhorias já contaram com R$ 10 milhões em investimento e a previsão é atender mais de 1.500 famílias em 13 grotas da capital.

Nas grotas da Macaxeira, Piabas e Aterro, cerca de 180 casas reformadas já foram entregues.

Serviço:

Assinatura da ordem de serviço para reformar casas em três grotas de Maceió

Data: 26/02/2021

Hora: 10h

Local: Grota do Rafael. Rua A, Cruz das Almas (atrás da Unit). 

por Agência Alagoas

Comentários comentar agora ❯