Rafael Medeiros

Rafael Medeiros

Formado em Letras, Direito e Comunicador pelo Sindirádio

Postado em 14/07/2009 16:20

"A Volta dos que não foram..."

Ilustração/Publicado na Gazeta de Alagoas
"A Volta dos que não foram..."
Deputados que voltam a Assembléia Legislativa

A volta dos deputados taturânicos para o exercício de suas funções legislativas na Casa de Tavares Bastos gerou polêmica em toda imprensa brasileira. Os oito deputados afastados da Assembléia Legislativa de Alagoas, após a Operação Taturana, desencadeada pela Polícia Federal, em dezembro de 2007, voltam e, aliás, contrariando algumas pessoas eles nunca perderam suas beneficias no poder.

Na ocasião os deputados foram denunciados por envolvimento com o esquema que alterava a folha de servidores da Assembléia Legislativa do Estado, para desviar recursos oriundos do duodécimo daquele poder. Na ocasião uma grande confusão foi gerada entre partidários dos deputados e aqueles que têm os nobres parlamentares como pessoas de índoles duvidosas.

As vozes roucas das esquinas diziam que os deputados foram cassados o que gerou festa para os suplentes que assumiram o cargo de deputado, mesmo não sendo eleito pelo povo alagoano. Para a surpresa dos suplentes, os “nobres taturânicos”, foram apenas afastados de seus cargos, deixando os deputados tampões na dúvida se assumiriam, já que os donos do verdadeiro mandato, dado pelo povo (se de forma justa ou injusta, não sei), não “foram” cassados.

Para a alegria dos suplentes e o desespero dos taturânicos, a decisão foi tomada pela justiça e os donos de poucos votos, assumiram suas cadeiras na Casa de Tavares Bastos. Agora, volta em cena as discussões em torno da volta dos afastados que não foram cassados. Com a volta dos deputados, o gás necessário para a campanha de 2010 será dado e o povo em sua santa sabedoria, saberá quem deve ou não merecer um voto. Que venha 2010!

 

 

Comentários comentar agora ❯

  • Paulo Santos ( Paulo Roberto) Fico feliz, em saber que você Rafa optou pelo caminho da comunicação, você é o cara, e eu faço votos de muitas felicidades, saúde e sucessos. Ass: Paulo Roberto dos Santos
Postado em 14/07/2009 00:23

O estilo Jackson contagiou até os apreciadores do Arrocha

O estilo Jackson contagiou até os apreciadores do Arrocha
Michael Jackson desafiou a ciência e brincou de Deus

A morte do astro pop Michael Jackson, abalou o mundo, entristeceu fãs e animou muitos comerciantes que sentiram de perto o aquecimento das vendas dos produtos relacionados ao cantor meio-humano. Jackson que nascera negro não se contentou com sua cor e resolveu brincar de Deus, desafiando a ciência e aos cientistas que cegos pelos milhões de Michael, lhe prometeram nova cor, algo que lhe seria dado como um presente dos homens, contrariando, talvez a vontade do próprio Deus.

Milhões sumiram rapidamente das contas de Jackson nos últimos anos, depois que as denuncias de abuso sexual contra menores abalaram a imagem do astro e o fizeram (em vida) um terror dos garotinhos. Agora, parece que tudo não passou de boato e ele era um sujeito bom, honesto e nunca abusou de nada nem de ninguém. Não é assim que acontece muitas vezes com os que partem dessa para outra? O sujeito era mundialmente excomungado, mas, depois da morte, bastou a realização de um mega-velório com uma super produção para absolver-lhe todos os pecados. Pobres anônimos que sofrem sem condenação e pagam sem cometer crimes,  mofando injustamente em muitos presídios pelo mundo afora!

Mas, o que mais me chamou a atenção nos últimos dias é o efeito Michael Jackson em alguns amantes do estilo arrocha. Isso mesmo, aquele estilo musical que reúne sempre alguns apreciadores da manguaça em típicos “escora-tapa”. Com os carros parados e a mala aberta, o som se propaga pelo ar e o rei do pop está lá dando novas versões para suas músicas nas vozes já trêmulas dos ébrios cidadãos.

Com o estilo dançante de Michael Jackson ou com os melosos sucessos do arrocha, os amantes do momento seguem com suas farras, valendo a tradução das músicas do inglês para um idioma ainda desconhecido, mas, que com um estampado sorriso no rosto mostra a beleza de continuar vivo e sendo feliz.
 

Comentários comentar agora ❯

  • Givanelsivaldo O pessoal brinca bastante mesmo. Pegar uma carona no sucesso de MJ não faz nenhum mal. E independente de quem tenha sido MJ (Fontes(?) é indubtável a idéia de que ele deixou uma marca na história do mundo inteiro. Mesmo diante de tantos escândalos e acusações (sem provas concretas).
Postado em 06/07/2009 14:10

Que toque o violão para saudar Eribaldo Dantas

A festa era o casamento do matuto, edição 2009 que acontecia em Piaçabuçu, quando encontrei com Evinho, filho mais velho de Eribaldo Dantas e lá trocamos alguns comentários sobre a festa. Logo, segui adiante já que estava trabalhando na transmissão da festa através da Rádio Penedo FM. Show do cantor Viola, atraiu gente e fez a rapaziada cantar “atuais sucessos de antigamente”, um paradoxo que só mesmo quem estava lá pra entender.

Final de show, algumas entrevistas e pegamos o caminho de volta para Penedo. PC nosso competente e preocupado piloto, ainda parou um carro e reconhecendo o estado etílico de um conhecido ofereceu uma ajuda no sentido de um outro motorista trazer o carro do bebum. Mas, a idéia de tentar ajudar sem necessidade logo veio a cabeça santa do nobre ébrio. Fazer o que se nesses momentos a razão se perde no meio da irresponsabilidade alcoólica?! Seguimos nosso caminho de volta a Penedo!

Ao parar o carro no portão de casa, logo recebi a notícia: O ERIBALDO MORREU! Fiquei meio tonto na hora, pois, imaginei mil coisas, inclusive no Evinho que devia ainda está em Piaçabuçu e não saber da morte do pai. Mas, logo fui informado também que ele já tinha sido comunicado e estava na emergência Antonio de Jesus, creio eu que vivendo angustiantes momentos ao lado de sua família e do corpo do pai já sem vida.

A notícia da morte de um amigo nunca vem só, ela traz uma série de sentimentos que confundem a mente e nos faz viajar ao passado e lembrar do quanto foi feito e do muito que ainda restava fazer. Eribaldo era seresteiro de carteirinha, onde tocava um violão e uma potente voz se erguia, lá estava o amigo para participar daquele momento.

No outro dia não restava mais nada, além de acompanhar o caixão de Eribaldo até o cemitério São Gonçalo do Amaranto e se emocionar com as últimas homenagens feitas por um grupo de seresteiros que junto com ele, tornou algumas noites penedenses muito mais bonitas e agradáveis.

Que as portas do céu se abram e que o coro dos mais belos anjos se renda ao toque do violão e recebam tu, Eribaldo Dantas, que partes de nosso convívio, mas, sempre será lembrado quando um violão tocar e uma voz potente disser que: “naquela mesa ta faltando ele e a saudade dele está doendo em mim”.

 

 


 

Comentários comentar agora ❯

  • Fatinha Parabéns Rafa, bela homenagem vc prestou a essa pessoa bacana que foi Eribaldo. O jornal ta muito legal vou acompanhando por aqui viu! bjos.
  • marcio vigia olha cara... gostei do blog, agora vou logo ti falando, eu quero um presente vou ser o que ++ vai ler seu blog...rsrsrs eu ti desejo o topo do sucesso, felicidades millllllllll
  • MAURICIO VASCONCELOS ANDRADE Parabens Rafael, que Deus ilumine você e todos (AQUIACONTECE)
  • Paulo Santos Que Deus em sua infinita bondade, dê a ele um bom lugar onde ele estiver, eu tive a horra de conhecer e tomarmos umas juntos Eribaldo era uma pessoa e tanto, meus pesames a todos de sua familia.